INSTRUMENTOS DE GESTÃO UTILIZADOS NAS INDÚSTRIAS AUTOMOBILÍSTICAS NO BRASIL

Autores

  • Ilse Maria Beuren Universidade Regional de Blumenau - FURB
  • Sérgio Cavagnoli Guth Universidade Regional de Blumenau - FURB

Palavras-chave:

Processo de gestão, Instrumentos de gestão, Indústrias automobilísticas

Resumo

A durabilidade das estratégias empresariais vai diminuindo na medida em que aumenta o ritmo das mudanças ambientais, o que implica na necessidade de transformações ininterruptas e processos de reestruturação nas organizações. Neste sentido o estudo tem por objetivo verificar os instrumentos de gestão que foram, estão sendo ou serão utilizados nas indústrias automobilísticas estabelecidas no Brasil. Para tanto, realizou-se uma pesquisa empírica descritiva, do tipo survey, com abordagem quantitativa. A população pesquisada compreende as 25 empresas filiadas à Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores e a amostra por acessibilidade 13 empresas. A coleta dos dados deu-se por meio de questionário enviado por correio eletrônico. Os dados foram submetidos à análise descritiva, com uso de ferramental estatístico, tendo como técnica a estatística descritiva. Os resultados da pesquisa evidenciam que, na análise temporal considerada, todos os instrumentos de gestão constantes desta pesquisa foram utilizados, estão sendo utilizados e serão utilizados pelas indústrias, mesmo que em caráter limitado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ilse Maria Beuren, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Doutora em Controladoria e Contabilidade pela FEA/USP Professora da Universidade Regional de Blumenau – FURB

Sérgio Cavagnoli Guth, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Regional de Blumenau - FURB

Downloads

Publicado

2010-06-09

Como Citar

BEUREN, I. M.; GUTH, S. C. INSTRUMENTOS DE GESTÃO UTILIZADOS NAS INDÚSTRIAS AUTOMOBILÍSTICAS NO BRASIL. ConTexto - Contabilidade em Texto, Porto Alegre, v. 10, n. 17, p. 43–57, 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/ConTexto/article/view/12895. Acesso em: 9 dez. 2022.