Lei 10.639/03, formação docente e NEABs: a democratização do currículo como um desafio para a educação brasileira

Autores

  • Marta Mariano Alves Secretaria de Estado da Educação do Paraná (pedagoga) Universidade Federal do Rio Grande do Sul (mestranda)

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.68405

Palavras-chave:

Relações étnico-raciais, Lei 10.639/03, Formação docente, Democratização curricular, NEABs

Resumo

 

Este ensaio pretende apresentar uma reflexão sobre a Lei nº 10.639/03 que inclui no currículo oficial da rede de ensino nacional a obrigatoriedade da temática história e cultura afro-brasileira; a formação docente; as Instituições de Educação Superior (IES) e os Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros (NEABs) no processo de democratização do currículo da educação brasileira. Para esta reflexão inicialmente apresenta o histórico da Lei nº 10.639/03 e a proposta de formação docente presente na legislação brasileira. Na sequência, tendo como referência a Lei 10.639/03, busca refletir a respeito da democratização do currículo como um desafio para a educação brasileira e para as IES e o papel dos NEABs na implementação da Lei nº 10.639/03.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-09-27

Como Citar

ALVES, M. M. Lei 10.639/03, formação docente e NEABs: a democratização do currículo como um desafio para a educação brasileira. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 30, n. 1-2, 2017. DOI: 10.22456/2595-4377.68405. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/CadernosdoAplicacao/article/view/68405. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Temática especial