Ansiedade Matemática:

incidência nos Anos Iniciais

Autores

  • Ana Maria Antunes de Campos Doutoranda em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP https://orcid.org/0000-0003-4276-5776

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.121144

Palavras-chave:

Educação Matemática, Motivação, Cognição, Emoções

Resumo

As dificuldades relacionadas à aprendizagem matemática podem ser causadas pela ansiedade matemática, que é considerada uma aversão específica à matemática. Essa fobia é uma resposta negativa aos estímulos numéricos que modifica o estado cognitivo, fisiológico e comportamental da criança e do adolescente. Dessa forma, este artigo, concentra-se em compreender o que a literatura tem discutido sobre essa temática na Educação Básica nos Anos Iniciais. Para compor este trabalho realizamos um levantamento das produções divulgadas nas bases de dados bibliográficas. O primeiro critério para identificação das pesquisas foi a presença, no título, no resumo e nas palavras-chave, dos descritores “ansiedade matemática”; “math anxiety”; “mathematical anxiety”; o segundo critério foi o acesso aberto à publicação. Os resultados revelam que a ansiedade matemática tem suas raízes na primeira infância, quando se inicia a comparação de desempenho, podendo afetar negativamente não apenas no comportamento diante da matemática, mas na maneira que os estudantes aprendem a matemática. A exposição sustentada à estímulos matemáticos podem reduzir a ansiedade matemática, tanto nos aspectos comportamentais quanto nos aspectos cognitivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Antunes de Campos, Doutoranda em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP

Doutoranda em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP. Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Neuropsicopedagoga, Pedagoga, Psicopedagoga,Especialista em Ensino Lúdico, Pós Graduada em Didática e Tendências Pedagógicas. Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade de Guarulhos (2007). Tem experiência na área de Educacional, com ênfase em Ensino e Aprendizagem na Sala de Aula, Formação de Educadores.  Pesquisadora em Educação Matemática, Discalculia e Dificuldades de Aprendizagem.  Autora de artigos e livros na  área educacional  Atualmente é professora de Matemática - Ensino Médio, Docente na Pós - Graduação e Palestrante. Participa do Grupo de Pesquisa: Professor de Matemática: Formação, Profissão, Saberes e Trabalho Docente - PUC-SP. Participa do grupo de pesquisa: Infância, Cultura e História - GEPICH, do(a) Universidade Federal de São Paulo. Participa do grupo de pesquisa: História da educação: intelectuais, instituições, impressos, do(a) Universidade Federal de São Paulo.

Downloads

Publicado

2022-10-09

Como Citar

DE CAMPOS, A. M. A. Ansiedade Matemática: : incidência nos Anos Iniciais. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 35, 2022. DOI: 10.22456/2595-4377.121144. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/CadernosdoAplicacao/article/view/121144. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

Temática Especial 1