Rastros da lógica neoliberal na educação pública gaúcha:

uma análise foucaultiana das mídias sociais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.121125

Palavras-chave:

Educação, Neoliberalismo, Parceria público-privado.

Resumo

O artigo tem o propósito de discutir de que forma as mídias sociais produzem a relação entre a educação pública gaúcha e as parcerias com o setor privado, bem como rastrear quais são os impactos dessa relação para a área da Educação. Os materiais examinados consistem em reportagens de jornais publicadas entre os anos de 2019 e 2020. As bases teóricas advêm de autores como Dardot e Laval (2016), Masschelein e Simons (2017) e Ball (2014). A análise mostrou que os textos mencionam uma crise financeira no solo gaúcho, evidenciando a necessidade das parcerias do setor público com o privado. Além disso, apontou para um modelo empresarial assumido como guia de ação do Governo do Estado, colaborando com a expansão da lógica mercadológica. Outra reverberação foi o uso recorrente dos contratos jurídicos na esfera educacional. A investigação conclui que a iniciativa privada precisa do Estado para expandir seus negócios, garantindo sua lucratividade mediante a exploração da esfera pública.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gicele Weinheimer, Rede estadual de ensino do Rio Grande do Sul

Mestra em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Especialista em Mídias na Educação pela Universidade Federal de Pelotas (2011/2013) e no Ensino da Sociologia para Professores do Ensino Médio pela UFRGS (2015). Bacharel e Licenciada em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora efetiva do Estado do Rio Grande do Sul.

Fernanda Wanderer Wanderer, UFRGS

Professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRGS, integrando a Linha de Pesquisa Estudos Culturais em Educação. É doutora (2007) e mestre (2001) em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), especialista (1999) em Formação do Professor de Matemática pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) e graduada (1997) em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). 

Downloads

Publicado

2022-10-30

Como Citar

WEINHEIMER, G.; WANDERER, F. W. Rastros da lógica neoliberal na educação pública gaúcha: : uma análise foucaultiana das mídias sociais. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 35, 2022. DOI: 10.22456/2595-4377.121125. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/CadernosdoAplicacao/article/view/121125. Acesso em: 4 fev. 2023.