A Educação Popular freiriana é referência para a formação docente na Educação de Jovens e Adultos Prisional?

Autores

  • Fernanda dos Santos Paulo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC). Movimento de Educação Popular.Associação de Educadores populares de Porto Alegre (AEPPA). Fórum de Educação de Jovens e Adultos do Rio Grande do Sul (FEJARS).
  • Edson Douglas Pereira Casagrande Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC)

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.119644

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos Prisional, Pesquisas bibliográficas, Educação Popular freiriana.

Resumo

Buscamos identificar e refletir acerca das pesquisas realizadas em Programas de Pós-Graduação em Educação sobre o tema: A Educação de Jovens e Adultos Prisional. Diante do levantamento bibliográfico, apresentaremos os principais eixos temáticos de estudo em dissertações e teses e, a partir destes, as reflexões que obtivemos associadas à Educação Popular freiriana.  O interesse pelo estudo resulta de três experiências dos autores: 1) ambos são/foram docentes da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA); 2) Estamos em Programa de Pós–Graduação em Educação – um como mestrando e outra como professora; 3) participamos de Fóruns de Educação de Jovens e Adultos. 4) Paulo Freire é o autor referenciado para a concepção de educação libertadora. A metodologia utilizada é bibliográfica e descritiva. Os resultados apontam para o crescimento de estudos sobre a temática, mas ainda incipiente. A região sudeste é a que mais realiza pesquisas sobre a EJA prisional. O tipo de presença de Freire nas pesquisas sobre EJA prisional abarca a concepção pedagógica e política da educação libertadora, dialógica e revolucionária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda dos Santos Paulo, Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC). Movimento de Educação Popular.Associação de Educadores populares de Porto Alegre (AEPPA). Fórum de Educação de Jovens e Adultos do Rio Grande do Sul (FEJARS).

 

Doutora em Educação (2018), no Programa de Educação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos e Mestra em educação pelo Programa de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Especialista em Educação Popular e Movimentos Sociais. Graduação em Pedagogia e Filosofia.   Militante do Movimento de Educação Popular, da Associação de Educadores populares de Porto Alegre (AEPPA) e do Fórum de Educação de Jovens e Adultos do Rio Grande do Sul (FEJARS). Atualmente é professora-pesquisadora permanente dos Cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), situada em Joaçaba, em Santa Catarina. Pesquisa Educação Popular nas suas diferentes dimensões ( histórica, filosófica, epistemológica e política) e  em  contextos escolares e não escolares.

E-mail: fernanda.paulo@unoesc.edu.br

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3839347399904355

 

https://orcid.org/ 0000-0002-8022-9379

Edson Douglas Pereira Casagrande, Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC)

Mestrando do PPGEd/UNOESC, professor de unidade prisional de Santa Catarina

https://orcid.org/

0000-0002-7129-0979

Downloads

Publicado

2022-11-11

Como Citar

PAULO, F. dos S.; CASAGRANDE, E. D. P. A Educação Popular freiriana é referência para a formação docente na Educação de Jovens e Adultos Prisional?. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 35, 2022. DOI: 10.22456/2595-4377.119644. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/CadernosdoAplicacao/article/view/119644. Acesso em: 28 jan. 2023.