Eu, professora, e a escrita de mim: uma proposta de mediação de escrita on-line

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.119314

Palavras-chave:

Medição de escrita, Oficina on-line, Escrita de si, Leitura pública, Qualidades discursivas.

Resumo

Este relato de experiência apresenta uma discussão sobre a mediação de escrita realizada em caráter de extensão na oficina de escrita, oferecida em plataforma on-line, ‘Eu, professora, e a escrita de mim’, a qual foi promovida durante a pandemia da COVID-19 e voltou-se a professoras da educação básica. A discussão teórica mobilizada na oficina perpassa a teoria da enunciação (BENVENISTE, 2014), as qualidades discursivas –Unidade Temática, Concretude, Questionamento e Objetividade (GUEDES, 2009) e a concepção de subjetividade relacionada à leitura literária (PETIT, 2009). Em via de mão dupla entre teoria e prática, este texto reflete sobre estratégias voltadas ao exercício da escrita de si e, a partir do estudo de um caso de escrita e reescrita realizadas naoficina, aponta para a leitura pública, a discussão com leitores interessados e as qualidades discursivas como recursos importantes para a mobilização da(s) subjetividade(s) nas produções escritas, em especial, em relatos de experiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Favero Netto, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Colégio de Aplicação (CAp-UFRGS)

Licenciada em Letras pela UFRGS (2004). Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da UFRGS, na linha de pesquisa Teoria e Análise Linguística (2006). Doutora em Letras, na área de Estudos da Linguagem, na linha de pesquisa Linguística Aplicada, também pela UFRGS (2017).  Professora de Língua Portuguesa e de Literatura do Colégio de Aplicação da UFRGS desde 2011. Pesquisa, principalmente, sobre ensino e aprendizagem de leitura e de escrita na Educação Básica.

Caroline Valada Becker, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Colégio de Aplicação

Atua como professora de Língua Portuguesa e Literatura no Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (CAp-UFRGS), instituição na qual desenvolve a pesquisa "O livro é um convite: projetos de leitura e formação de leitores na Educação Básica"; em 2020, com outros docentes, idealizou o Programa de Extensão "Práticas Pedagógicas do CAp/UFRGS em Diálogo". É licenciada em Letras (UFRGS); mestra em Teoria da Literatura (PUCRS), com a dissertação "António Lobo Antunes cronistas: entre escritas de si e figurações de personagem", e doutora em Teoria da Literatura (PUCRS), com a tese "Inscrições Distópicas no Romance Português do Século XXI".

Camila Canali Doval, Colégio La Salle Dores

Licenciada em Letras (ULBRA), mestra e doutora em Teoria da Literatura (PUCRS). Professora de Literatura e Redação no Colégio La Salle Dores.

Downloads

Publicado

2022-05-28

Como Citar

FAVERO NETTO, D.; VALADA BECKER, C.; CANALI DOVAL, C. Eu, professora, e a escrita de mim: uma proposta de mediação de escrita on-line. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 35, 2022. DOI: 10.22456/2595-4377.119314. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/CadernosdoAplicacao/article/view/119314. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Temática Especial 2