Método convencional para o diagnóstico de micoses: um estudo comparativo

Priscilla Maciel Quatrin, Ânderson Ramos Carvalho, Janaína Scarton, Osmar Luís Magalhães de Oliveira, Alexandre Meneghello Fuentefria

Abstract


Introdução: O método clássico para o diagnóstico de micoses é realizado pelo Exame micológico direto (EMD) e cultural, que possibilita a visualização de estruturas fúngicas vegetativas e estruturas reprodutivas, respectivamente. Essa combinação é fundamental para reduzir possíveis erros analíticos e aumentar a precisão do diagnóstico.

Métodos: Com a finalidade de verificar a frequência do EMD e cultural, e comparar seus parâmetros de sensibilidade e especificidade, realizamos uma análise retrospectiva entre Janeiro de 2018 e Maio de 2020 de 1603 laudos micológicos oriundos de um laboratório de análises clínicas, localizado em Porto Alegre.

Resultados: Após a análise dos laudos observamos que a maioria dos casos apresentaram o EMD negativo com cultura positiva (36,24%). Na sequência, 30,87% dos casos foram de amostras negativas e 25,57% dos laudos foram positivos para ambos os exames. A minoria dos casos (7,29%) apresentaram o EMD positivo com cultura negativa.

Conclusão: Esta análise revelou que o exame cultural é mais sensível e específico, demonstrando uma maior confiabilidade no diagnóstico. Entretanto, vale ressaltar que a realização dos exames em conjunto, além de reduzir possíveis erros analíticos, proporcionam um diagnóstico melhor fundamentado.


Keywords


Exame micológico direto; cultura; diagnóstico micológico



Copyright (c) 2021 Clinical & Biomedical Research

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

   

  

 

Apoio Financeiro:


 

Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.