O patrimônio artístico e cultural do estado do Espírito Santo, a reformulação do ensino da arte a partir da Base Nacional Comum Curricular e o uso da tecnologia na prática educativa

Autores

  • Claudia Botelho Secretaria Estadual de Educação do Espírito Santo — SEDU, Vitória/ES

DOI:

https://doi.org/10.22456/2357-9854.90572

Palavras-chave:

Currículo de Arte. Multiculturalismo. Patrimônio artístico e cultural do Espírito Santo. Tecnologia no ensino da arte.

Resumo

O presente artigo apresenta a reelaboração do currículo do estado do Espírito Santo- Educação Infantil e Ensino Fundamental, no componente curricular Arte, sua interação com a educação multicultural e com o uso da tecnologia no ensino. A revisão do currículo de Arte pela abrangência da Base Nacional Comum Curricular desperta para uma educação que dialogue com as diversidades locais em interação com diferentes culturas nacionais e internacionais. Nesse processo a tecnologia se torna uma ferramenta e uma linguagem de aproximação da cultura diversa entre estudantes de diferentes partes do estado, além de proporcionar a apreciação estética e a interação virtual com obras de artes e de manifestações da cultura popular do estado do Espírito Santo. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia Botelho, Secretaria Estadual de Educação do Espírito Santo — SEDU, Vitória/ES

Tecnica educacional de Curriculo em Arte na Secretaria Estadual de Educação do Espírito Santo.  Graduada em Artes Visuais, metre em Teoria e Hitória da Arte. ambos, pela Universidade Federal do Espirito Santo.

Referências

BARBOSA, Ana Mae (Org.). Arte/ Educação Contemporânea: Consonâncias Internacionais. Editora Cortez: São Paulo, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF, 2017. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 25 de fevereiro de 2019.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: arte. Brasília: MEC/SEF, 1998.

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Secretaria de Educação. Currículo do Espírito Santo. Vitória: SEDU, 2018.

MOREIRA; Antº. Flávio; CANDAU, Vera Maria (Orgs.). Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 2º ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

PORTELLA, Adriana. Aprendizagem da arte e o museu virtual do projeto Portinari. In.: BARBOSA, Ana Me Barbosa(Org.). Inquietações e mudanças no ensino da arte. Editora Cortez: São Paulo, 2002.

RICHTER, Ivone Mendes. Multiculturalidade e Interdisciplinaridade. In.: BARBOSA, Ana Me Barbosa(Org.). Inquietações e mudanças no ensino da arte. Editora Cortez: São Paulo, 2002.

UNESCO. Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural. Paris: UNESCO, 2002.

Downloads

Publicado

2019-04-30

Como Citar

BOTELHO, C. O patrimônio artístico e cultural do estado do Espírito Santo, a reformulação do ensino da arte a partir da Base Nacional Comum Curricular e o uso da tecnologia na prática educativa. Revista GEARTE, [S. l.], v. 6, n. 1, 2019. DOI: 10.22456/2357-9854.90572. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/90572. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Artes visuais e tecnologias na educação: história e contemporaneidade