Flexibilização e Intensificação do Trabalho Docente no Brasil e em Portugal

Patricia Regina Piovezan, Neusa Maria Dal Ri

Resumo


O principal objetivo deste texto é apresentar aos leitores uma análise sobre os impactos da flexibilização e da intensificação do trabalho na carreira dos professores do Brasil e de Portugal, ocorridos nos últimos 27 anos. Ainda, destacamos as principais legislações dos países que levaram à ampliação da flexibilização e intensificação do trabalho docente. Para o estudo, realizamos as pesquisas bibliográfica, documental e empírica. A coleta de dados empíricos foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas. Embora o Brasil, Estado de São Paulo, e Portugal possuam realidades socioeconômicas, políticas e institucionais distintas, pudemos verificar que há uma convergência entre os países em relação ao fenômeno da precarização do trabalho docente.

Palavras-chave


Flexibilização; Intensificação; Trabalho Docente; Brasil; Portugal.



Direitos autorais 2019 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo