Estudos pós-estruturalistas: entre aporias e contra-sensos?

Luciane Uberti

Resumo


Este artigo problematiza alguns questionamentos produzidos em direção ao campo analítico definido como pós-estruturalismo. Para tanto, direciona especial atenção a três críticas, quais sejam: uma apologia à diferença – a qual resulta de uma contraditória noção de pluralidade
de identidades; um relativismo total – o qual deriva na falta de distinção entre bem e mal;
e uma noção totalizadora de discurso – na qual a linguagem torna-se um transcendente.
Trata-se de exercitar uma contra-argumentação a tais críticas, a partir da perspectiva
analítica de Michel Foucault, na tentativa de dar visibilidade à construção de contrasensos,
possivelmente, inerentes ao trabalho intelectual.

Palavras-chave


Foucault, pós-estruturalismo, discurso, relativismo, diferença.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo