Desconstruindo Discursos de Diferença na Escola

Walace Rodrigues

Resumo


Este artigo busca compreender algumas representações artísticas de homens negros nas artes ocidentais (do século XV ao XIX). A análise aqui se volta para a área da educação, pretendendo-se compreender como o discurso da diferença é construído, também, através da arte. Os exemplos de obras artísticas neste escrito são de: Dürer (1471-1528), Rubens (1577-1640), Debret (1768-1848) e Rugendas (1802-1858). Todos esses são artistas importantes dentro da história da arte ocidental. Pretende-se, através das referidas obras analisadas, um entendimento das imagens do homem negro representado em estilo de retrato. Esses trabalhos de arte são Cabeça de um Negro, de Albrecht Dürer; Cabeça de um Homem negro, de Peter Paul Rubens; Diferentes Nações Negras, Jean-Baptiste Debret; e Moçambique, de Johann Moritz Rugendas.

Palavras-chave


Discurso. Representação. Artes Visuais Ocidentais. Homem Negro. Educação.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais 2017 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo