Ensino de História: saberes em lugar de fronteira

Ana Maria Ferreira da Costa Monteiro, Fernando de Araújo Penna

Resumo


Esse artigo tem por objetivo discutir a construção teórico-metodológica de pesquisa sobre a relação entre saberes docentes e escolares em narrativas da história escolar. Contribuições teóricas do campo do Currículo e da Didática foram articuladas a referenciais de teorias da História e da Retórica, uma vez que defendemos que a pesquisa sobre ensino de história é lugar de fronteira, onde há produção de saberes a partir de diálogos, de trocas e do reconhecimento das diferenças. Nas explicações analisadas, os professores de História utilizaram comparações, ilustrações, exemplos, metáforas, analogias para negociar a distância entre os saberes de seus alunos e os saberes objeto de ensino/aprendizagem, nos processos de produção e atribuição de sentidos aos saberes escolares.


Palavras-chave


Ensino de História. Lugar de Fronteira. Currículo. Saber Docente. Retórica.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo