Entre a Inclusão Social e a Integração Curricular: os dilemas políticos e epistemológicos do PROEJA

Eliza Bartolozzi Ferreira, Edna Castro Oliveira

Resumo


RESUMO - Entre a Inclusão Social e a Integração Curricular: os dilemas políticos e epistemológicos do PROEJA. O artigo objetiva analisar o contexto político no qual se originou o PROEJA. A recorrência de políticas educacionais, geridas durante décadas sob a ética do mercado e de um modelo de desenvolvimento subalterno aos interesses internacionais, potencializa a dualidade da educação escolar e, ao mesmo tempo, dificulta a emergência de experiências que buscam integrar a formação geral e profissional. No que tange aos dilemas epistemológicos do PROEJA, a análise busca estudar a categoria integração e as possibilidades de organização do currículo integrado, pela mediação de um grupo de professores em formação na confluência dos campos da educação profissional e da EJA. As experiências nos advertem sobre o limite da convivência de projetos múltiplos e heterogêneos em sistemas de ensino deficientes estrutural e pedagogicamente, numa sociedade, como a nossa, que ainda não universalizou a educação básica.

Palavras-chave


PROEJA. Inclusão social. Currículo integrado.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo