Escritas femininas na casa oitocentista: memórias sobre o diário da Viscondessa de Arcozelo

Maria Celi Chaves Vasconcelos (Brasil)

Resumo


O estudo tem como objetivo analisar o Diário de Lembranças da viscondessa de Arcozelo, buscando recompor os cenários onde ela realizava suas escritas pessoais. Em um plano específico, verifica-se como geria suas propriedades e seus pertences, além do que era esperado de uma mulher que foi educada para ser boa esposa e mãe. No que tange a aspectos metodológicos, são acessados dois tipos de fontes entrecruzadas: os registros anotados no Diário e as informações obtidas por meio de periódicos da época. Conclui-se que a casa oitocentista era o cenário da escrita, em seus aposentos mais herméticos, mantendo a representação do que era apropriado e permitido ao gênero feminino.


Palavras-chave


Escritas femininas; Diário de Lembranças; Viscondessa de Arcozelo; Casa oitocentista; Espaços domésticos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



 

 

====================================================================


REVISTA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO / HISTORY EDUCATION JOURNAL

QUALIS/CAPES 2016: Educação - A1 / Ensino - A1 / História - A2 / Interdisciplinar - A2 / Direito - A2 / Linguística e Literatura - B1 / Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo - B1

ISSN online: 2236-3459

E-mail: rhe.asphe@gmail.com

 

REDES SOCIAIS / SOCIAL NETWORKS

 

                   




INDEXADORES / INDEXERS

 

                  

 

 

 

              

 

 

                    

 

 

 

 

                  

 

 

                       

 

 

                    

 

 

                              

 

 

                    

 

 

                     

 

 

 

PATROCINADORES E APOIADORES / SPONSORS AND SUPPORTERS

 

                            

 

 

              

 

 

 

AGÊNCIAS DE FOMENTO / DEVELOPMENT AGENCIES