O professor Amaro Cavalcanti e a imprensa do Ceará: uma leitura do intelectual no império brasileiro

Fabiana Sena (Brasil)

Resumo


Este estudo tem como objetivo compreender o processo de construção da figura de Amaro Cavalcanti, professor de Latim e advogado provisionado, na cidade de Baturité, como intelectual no final do século XIX, por meio de suas ações e discursos sobre ele publicados na imprensa do Ceará, mais especificamente no periódico Cearense. Para esse propósito, buscamos identificar o seu relatório sobre o sistema de ensino dos Estados Unidos da América e da proposta de reforma para a província do Ceará, as mudanças de funções e cargos altos na cena pública. Identificar o itinerário de Amaro Cavalcanti nos periódicos possibilita compreender a sua rede de sociabilidade e suas ações no campo da instrução, de modo que a imprensa se configura como um instrumento de construção e legitimação do intelectual e, ao mesmo tempo, meio de divulgação do fenômeno da instrução pública na província do Ceará.

 


Palavras-chave


Intelectual, Instrução, Imprensa, Império.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Débora El-Jaick. A imprensa como tribuna dos intelectuais no século XIX: o Guanabara em defesa da arte e dos artistas nacionais. In: ENGEL, Magali G.; SOUZA, Flávia F. de; GUERELLUS, Natália de S. (org.). Os intelectuais e a imprensa. Rio de Janeiro: Mauad X: Faperj, 2015.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução Sérgio Paulo Rouanet. 8. ed. revista. São Paulo: Brasiliense, 2012. (Obras Escolhidas, v. 1).

BOBBIO, Norberto. Os intelectuais e o poder. São Paulo: Unesp, 1997.

BOURDIEU, Pierre. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

BOURDIEU, Pierre. Coisas ditas. Tradução Cássia R. da Silveira e Denise Moreno Pegorim. São Paulo: Brasiliense, 2004.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. 12. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.

CAVALCANTI, Amaro. Carta a Salvador de Mendonça, referindo-se ao término do curso de Direito que fizera em Nova York, e solicitando conseguisse no Rio de Janeiro uma carta de apresentaçao para o novo Presidente da Província do Ceará, visto ter desempenhado nos Estados Unidos uma Comissao que trabalhou em prol daquela Província. 6 de julho de 1881.

CEARÁ. Fala com que o exmo. sr. dr. José Julio de Albuquerque Barros, presidente da província do Ceará, abriu a 1.a sessão da 24.a legislatura da Assembleia Provincial no dia 1 de novembro de 1878. Fortaleza, Tip. Brasileira, 1879.

CEARÁ. Relatório apresentado à Assembleia Legislativa do Ceará na sessão ordinária de 1881 pelo presidente da província, senador Pedro Leão Velloso. Fortaleza, Tip. do Cearense, 1881.

CEARENSE. Escola Normal. Fortaleza. 04 de outubro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 02 de fevereiro de 1876. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 02 de outubro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 03 de setembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 04 de setembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 07 de setembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 09 de outubro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 13 de abril de 1876. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 14 de novembro de 1875. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 18 de agosto de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 20 de agosto de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 21 de setembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 22 de setembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 23 de agosto de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 28 de junho de 1874. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 3 de agosto de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Fortaleza. 4 de outubro de 1876. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Instrução Pública. Fortaleza. 11 de novembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Instrução Pública. Fortaleza. 12 de novembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Instrução Pública. Fortaleza. 13 de novembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CEARENSE. Instrução Pública. Fortaleza. 15 de novembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

CHAMON, Carla Simone. Escolas em reforma, saberes em trânsito: a trajetória de Maria Guilhermina Loureiro de Andrade (1869-1913). Belo Horizonte: Autentica, 2008.

CIRNE, Moacyr. A invenção de Caicó. Mossoró: Editora Sebo Vermelho, 2004.

CONSTITUIÇÃO. Licença. Fortaleza. 17 de agosto de 1876. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

ENGEL, Magali G., SOUZA, Flávia F. de; GUERELLUS, Natália de S. (org.). Os intelectuais e a imprensa. Rio de Janeiro: Mauad X: Faperj, 2015.

FERNANDES, Ana Carla Sabino. A Imprensa em pauta: entre as contendas e paixões partidárias dos jornais Cearense, Pedro II e Constituição na segunda metade do século XIX. 2004. 206 f. Dissertação (Mestrado em História Social) – Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal do Ceará/UFC, Fortaleza/CE, 2004.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. 6. ed., São Paulo: Ed. Loyola, 2000.

GONDRA, José Gonçalves. Instrução, intelectualidade e Império: apontamentos a partir do caso brasileiro. Disponível em: www.portal.fae.ufmg.br/pensareducacao/arquivos/downloads/.../conf_gondra.pdf. Acesso em: 02 abr. 2017.

IHGB. Amaro Cavalcanti. Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Disponível em: https://ihgb.org.br/perfil/userprofile/acavalcanti.html. Acesso em: 10 fev. 2017.

MADEIRA, Maria das Graças de Loiola. A instrução pública e o ideário liberal cristão: notas de João Brígido no periódico “O Cearense” - Fortaleza (anos 60 do século XIX). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 2., 2002, Natal/RN. Anais [...] Natal: Sociedade Brasileira de História da Educação/SBHE, 2002.

MIGNOT, Ana Chrystina Venancio; SILVA, Alexandra Lima da. Tão longe, tão perto: escrita de si em relatórios de viagens. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 27, n. 1, p. 435-458, abr. 2011.

NOVAES, Adauto (org.). O silêncio dos intelectuais. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

PALLARES-BURKE, Maria Lúcia G. Gilberto Freyre: um vitoriano dos trópicos. São Paulo: Editora Unesp, 2005.

PEDRO II. Consórcio. Cidade Fortaleza, 10 de novembro de 1881. Disponível em: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/.

PINTO, Inára de Almeida Garcia. Um professor em dois mundos: a viagem do professor Luiz Augusto dos Reis à Europa (1891). 2011. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo/USP, São Paulo/SP, 2011.

SCHUELER, Alessandra Frota Martinez de; GONDRA, José Gonçalves. Olhar o outro, ver a si: Um professor primário brasileiro no “Velho Mundo” (1890-1892). Revista Brasileira de História da Educação, n. 22, p. 87-112, 2010.

SIMÕES JÚNIOR, Álvaro S.; CAIRO, Luiz Roberto; RAPUCCI, Cleide A. (org.). Intelectuais e imprensa: aspectos de uma complexa relação. São Paulo: Nankin, 2009.

SIRINELLI, Jean-François. Os intelectuais. In: RÉMOND, René. Por uma história política. Tradução Dora Rocha. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.

WOLFF, Francis. Dilemas dos intelectuais. In: NOVAES, Adauto (org.). O silêncio dos intelectuais. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



====================================================================

REVISTA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO / HISTORY EDUCATION JOURNAL

QUALIS/CAPES 2016: Educação - A1 / Ensino - A1 / História - A2 / Interdisciplinar - A2 / Direito - A2 / Linguística e Literatura - B1 / Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo - B1

ISSN online: 2236-3459

E-mail: rhe.asphe@gmail.com

Facebook RHE

Twitter RHE 

Google + (Plus) 

Academia RHE

Linkedin RHE


INDEXADORES / INDEXERS

Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

Dialnet - Fundación Dialnet

Doaj - Directory of Open Access Journals

Educ@ Scielo FCC - Indexador online de periódicos na área da Educação

EZB - Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Electronic Journals Library)

Google Acadêmico - Google Scholar

Latindex - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

LatinRev - Red Latinoamericana de Revistas Académicas en Ciencias Sociales y Humanidades

OEI - Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciência y la Cultura - Biblioteca Digital

Periódicos Capes - Portal de Periódicos Capes / MEC

PKP - Public Knowledge Project

Qualis Periódicos - Plataforma Sucupira

Redalyc - Sistema de Información Científica Redalyc / Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal

Redib - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico

Scielo - Scientific Electronic Library Online

Scopus - Abstract and citation database of peer-reviewed literature: scientific journals, books and conference proceedings

SJR - Scimago Journal & Country Ranking

Sumários.org - Sumários de Revistas Brasileiras

 

PATROCINADORES / SPONSORS

Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação - Asphe

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUC/RS

Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Universidade de Caxias do Sul - UCS

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI

 

AGÊNCIAS DE FOMENTO

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes