Livro didático e memória - A construção do saber escolar sobre a História de Santa Catarina, nas primeiras décadas do século XX

Cristiani Bereta da Silva, Helena Gabriela Moellmann Gasparini

Resumo


Quais acontecimentos, personagens, recortes temporais, perspectivas, imagens, enfim, memórias sobre a história de Santa Catarina vêm sendo privilegiadas – em detrimentos de outras – nos livros didáticos de História? O presente trabalho discute a construção de memórias sobre heróis e mitos catarinenses nos livros didáticos de História que foram produzidos e circularam nas décadas de 1920 a 1950, em Santa Catarina. Esse esforço pretende contribuir para dotar de inteligibilidade a própria trajetória do ensino de história de Santa Catarina, evidenciando, em sua historicidade, as formas de apropriação e construção do conhecimento histórico escolar em suas permanências e descontinuidades, e, sobretudo, também, quais os pertencimentos, as identidades, as memórias que foram construídas nesse processo. A discussão proposta, aqui, é recorte da pesquisa “A História de Santa Catarina nos livros didáticos de História e a construção do saber escolar”, que vem sendo desenvolvida com bolsa de iniciação científica (Edital PIC/UDESC2008-2009), e que se propõe investigar, numa análise de longa duração, as relações estabelecidas – em suas aproximações e distanciamentos - entre a produção historiográfica e a produção de uma história de Santa Catarina para o uso escolar.


Palavras-chave


memória; livros didáticos; saber histórico escolar

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2595-4377.13337