NOTAS SOBRE UMA TRADUÇÃO COMENTADA DO CONTO LE LEGGENDE DEL CASTELLO NERO DE IGINO UGO TARCHETTI

Cláudia Mendonça Scheeren, Luciano de Siqueira Pimentel

Resumo


Este artigo apresenta algumas notas referentes a uma tradução comentada do conto Le Leggende del Castello Nero do escritor italiano Igino Ugo Tarchetti (1896). A base teórica é formada pela Teoria do escopo de Hans Vermeer (2014), que busca estabelecer cinco regras para o processo tradutório. A tradução atual de um texto gótico e fantástico do século XIX para leitores do Século XXI tem presente as diferenças entre a cultura de partida e a cultura de chegada para enfim apresentar a tradução resultante. A análise da tradução do mesmo conto para o inglês (Venuti, 1992) serviu como base para sustentar uma visão funcionalista nos processos tradutórios e a linha de raciocínio que determinaram as escolhas na tradução para o português-brasileiro. As considerações finais remetem para a eficiência do processo tradutório adotado além de oferecer ao público brasileiro a tradução de um dos primeiros contos fantásticos da literatura italiana.


Texto completo:

PDF


ISSN eletrônico: 2236-4013


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribuition 3.0.


Indexadores: 


 

 

cariniana 2

 

TRANSLATIO
Instituto de Letras
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500, CEP 91540-000
Porto Alegre - RS
Email: translatio.ufrgs@gmail.com