MODERNIDADE E TEMPORALIDADE NOS ESTUDOS HISTÓRICOS DE ATHOS DAMASCENO (1950-1970)

Gabriela Correa da Silva

Resumo


RESUMO
Este artigo analisa a representação do passado nos estudos históricos do escritor porto-alegrense Athos Damasceno, no período de 1950 a 1970. Para tanto, apresenta o autor e alguns de seus vínculos sociais. Em seguida, indica as mudanças operadas em sua escrita em comparação com a primeira fase de sua trajetória enquanto historiador, localizada na década de 1940. P or fim, é analisada a representação da temporalidade empreendida neste segundo tempo da narrativa do autor. A fim de alcançar este objetivo, são apropriadas, como parte dos referenciais teóricos, as proposições de François Hartog sobre os regimes de historicidade.

ABSTRACT
This article analyzes the representation of the past in Athos Damasceno’s historical studies during the period between 1950 and 1970. For this purpose, the author and some of his social connections are presented. Then, the changes in Damasceno’s writing in comparison with the first phase of his career as historian, situated in 1940s, are pointed. Finally, the representation of temporality in the author’s narrative is examined. In order to achieve this objective, François Hartog’s propositions about regimes of historicity are appropriated as part of the theoretical framework.


Palavras-chave


Palavras-chave: Athos Damasceno (1902-1975). Representação do passado. Representação da temporalidade. Modernidade e identidade regional. / Keywords: Athos Damasceno (1902-1975). Representation of the past. Representation of temporality. Modernity and r

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1678-3484 - Qualis: História B3 - Planejamento Urbano B5 - Ciências Sociais Aplicadas B4 - Letras B2. Contato: revistaihgrgs@ufrgs.br