A FORMAÇÃO DA CLASSE OPERÁRIA EM ALEGRETE: A PARTICIPAÇÃO DE IMIGRANTES (REPÚBLICA VELHA)

Anderson Romário Pereira Corrêa *Autor Convidado

Resumo


RESUMO
Pretende-se explicar a formação da classe operária em Alegrete. As organizações e lutas operárias na Campanha sul-riograndense, no período da República Velha (1889-1930), ainda não foram suficientemente exploradas pelas pesquisas acadêmicas. Qual a importância dos imigrantes na formação do movimento operário alegretense? Identificou-se a construção de uma “comunidade internacionalista operária” (BILHÃO, 2000) na cidade com as seguintes características: vínculo programático e orgânico com organizações internacionalistas; circulação de órgãos da imprensa operária internacional, presença e participação nos congressos operários, o 1º de Maio e a presença na cidade de militantes internacionalistas. Utilizou-se do método quantitativo com fontes ora seriadas ora organizadas de forma que pudessem produzir informações numéricas (quantificáveis). As principais fontes utilizadas foram Registros de Impostos sobre Indústria e Profissões, Imprensa e Cartoriais. Recorreu-se frequentemente à técnica de analise de conteúdo. Foi possível perceber a presença significativa de imigrantes ou descendentes na base e na direção das entidades operárias da cidade no período. Os imigrantes e seus descendentes possuíam uma maior probabilidade de ocupar funções de direção do movimento operário do que os nacionais. Os descendentes de imigrantes realizavam a “tradução” da cultura internacionalista operária.

ABSTRACT
It is intended to explain the formation of the working class in Alegrete. Workers’ organizations and struggles in the southern region of the state of Rio Grande do Sul during the period of the Brazilian Old Republic (1889-1930) have still not been sufficiently explored by academic research. What is the relevance of immigrants in the formation of Alegretense workers’ movement? It was identified the construction of an “internationalist working community” (BILHÃO, 2000) in the city with the following characteristics: programmatic and organizational link with internationalist organizations; circulation of newspapers and press propaganda of the international workers’ press, presence and participation in workers’ conferences, the 1st of May (May Day) and the presence in the city of internationalist militants. It was used the quantitative method with either serial or organized sources so that they could produce numerical information (quantifiable). The main sources used were Tax Records on Industry and Jobs, Press and Civil Registry. It was often resorted to the analysis content technique. It was revealed the significant presence of immigrants or descendants at the base and in the direction of the working bodies of the city in the period. Immigrants and their descendants had more chances to take charge of directive functions of the workers’ movement than nationals. The descendants of immigrants performed the “translation” of the workers’ internationalist culture.


Palavras-chave


Palavras-chave: Movimento operário. Imigrantes. Alegrete. / Keywords: Workers’ movement. Immigrants. Alegrete.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1678-3484 - Qualis: História B3 - Planejamento Urbano B5 - Ciências Sociais Aplicadas B4 - Letras B2. Contato: revistaihgrgs@ufrgs.br