O ASTRO SURGE COMO SIMPLES ÓRGÃO DO ELEMENTO DE CÔR DESTA CIDADE... A IMPRENSA NEGRA EM CACHOEIRA DO SUL E RIO PARDO/RS (1927-1928)

Autores

  • Aline Sônego Universidade Federal de Santa Maria

Palavras-chave:

O Astro, Imprensa Negra, Pós-abolição.

Resumo

RESUMO

O presente artigo tem como objetivo apresentar considerações sobre o jornal O Astro, buscando evidenciar a sua materialidade, produção e circulação entre a comunidade negra de Cachoeira do Sul e Rio Pardo, municípios da região central do estado do Rio Grande do Sul. Inicialmente, o periódico é analisado de modo a evidenciar as aproximações e diferenciações com as características estruturais dos demais impressos daquele período, auxiliando na compreensão d’ O Astro como um representante da Imprensa Negra regional. A seguir, são identificadas, através dos temas abordados, quais eram as preocupações dos fundadores, José de Farias e Manoel Etelcides da Silva, e da comunidade leitora da referida publicação, além disso, de que forma estas estavam alinhadas às lutas pela cidadania e contra o preconceito racial nas primeiras décadas do pós-abolição.

Palavras-chave: O Astro. Imprensa Negra. Pós-abolição.

 

ABSTRACT

This article aims to present considerations about the newspaper O Astro, seeking to highlight its materiality, production, and circulation among the black community of Cachoeira do Sul and Rio Pardo, municipalities in the central region of the state of Rio Grande do Sul. Initially, the periodical is analyzed to highlight the similarities and differences with the structural characteristics of the other publications from that period, helping to understand O Astro as a representative of the regional Black Press. Next, through the topics covered, the concerns of the founders, José de Farias and Manoel Etelcides da Silva, and the reader community of the beforementioned publication, are identified, in addition, how they were aligned with the struggles for citizenship and against racial prejudice in the first decades of post-abolition.

Keywords: The Astro. Black Press. Post-abolition.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Sônego, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda em História PPGH/UFSM

Referências

ALBUQUERQUE, Wlamyra. Movimentos sociais abolicionistas. In: SCHWARCZ, Lilia; GOMES, Flávio (Orgs.). Dicionário da Escravidão e Liberdade. São Paulo: Companhia da Letras, 2018.

BALSALOBRE, Sabrina Rodrigues Garcia. Língua e sociedade nas páginas da Imprensa Negra paulista: um olhar sobre as formas de tratamento. Dissertação (Mestrado em Lingüística e Língua Portuguesa), Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2009.

BARBOSA, Marta E. J; LIMA, Jorge L. F. História, Imprensa e redes de comunicação. História & Perspectivas, Uberlândia, jul.dez.2008.

BASTIDE, Roger. A Imprensa negra do Estado de São Paulo. Estudos afro-brasileiros, v.2, 1979.

BRAGA, Amanda. Retratos em branco e preto: Discursos, corpos e imagens em uma história da beleza negra no brasil. Tese de doutorado em Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal da Paraíba, 2013.

CANDIDO, Antonio. Iniciação à Literatura Brasileira. Martins Fontes, 6ª edição, 2010.

CARVALHO, Mirela V. da C. Às margens do Jacuí: literatura e imprensa em Cachoeira do Sul, 1879-1930. Mestrado em Letras. Porto Alegre, PUCRS, 1999.

CRUZ, Heloísa de F; PEIXOTO, Maria do Rosário da C. Na Oficina do Historiador: Conversas Sobre História e Imprensa. Projeto História, São Paulo, n.35, dez. 2007.

CRUZ, Heloísa de Faria. São Paulo em papel e tinta: periodismo e vida urbana (1890-1915). São Paulo: Arquivo Público do Estado de São Paulo, 2013.

FRANCISCO, Flávio Thales Ribeiro. Fronteiras em definição: identidades negras e imagens dos Estados Unidos e da África no jornal O Clarim da Alvorada (1924-1932). Dissertação (Mestrado em História), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

FREIRE, Eduardo Nunes. O design no jornal impresso diário. Do tipográfico ao digital. Revista Galáxia, São Paulo, n. 18, p.291-310, dez. 2009.

GONÇALVES, José Roberto. O Getulino: um jornal carapinha: Jornal editado por jovens negros em Campinas (1923/1925). Tese (Doutorado em História). Pontifícia Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

HALL, Stuart. Quando foi o pós-colonial? In: Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte/Brasília: editora UFMG/Representação da UNESCO no Brasil, 2003.

MARQUES, José Geraldo. Imprensa e resistência negra: o projeto integracionista em discursos do Getulino. Tese (Doutorado em Linguística), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

MATOS, Júlia Silveira. A Inversão da imagem da Coluna Prestes na Imprensa: de Revoltosos para Heróis. In: CLEMENTE, Elvo. (Org.). Integração, 2003. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004, p. 169-178. Disponível em: <http://www.pucrs.br/edipucrs/digitalizacao/irmaosmaristas/integracao2003.pdf>. Acesso em: 07 mai. 2020.

MIRANDA, Rodrigo. Um caminho de suor e letras: A militância negra em Campinas e a construção de uma comunidade imaginada nas páginas do Getulino (Campinas, 1923-1926). Dissertação (Mestrado em História), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

MOURA, Clóvis. Sociologia do negro brasileiro. São Paulo: Editora Ática, 1988.

OLIVEIRA, Franciele da R. Dos laços entre José e Innocência: trajetórias de uma família negra entre a escravidão e a liberdade no Rio Grande do Sul. Dissertação (Mestrado em História). Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria, 2017.

OLIVEIRA, Franciele Rocha de; LIMA, Taiane Anhanha; PEDROSO, Guilherme. A“fim de combater estultos preconceitos de raça” nasce a imprensa negra em Santa Maria/RS, em 1919: Levantamento dos jornais, a partir da Campanha de Preservação dos Jornais da Imprensa Negra. Anais do 9º Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, Florianópolis, 2019.

PERUSSATTO, Melina Kleinert. Arautos da liberdade: educação, trabalho e cidadania no pós-abolição a partir do jornal O Exemplo de Porto Alegre (c. 1892 – c. 1911), Tese (Doutorado em História), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2018.

PINTO, Ana Flávia M. Fortes laços em linhas rotas: literatos negros, racismo e cidadania na segunda metade do século XIX. Tese (Doutorado em História), Universidade Estadual de Campinas, 2014.

REIS, Carlos Antonio dos. A África impressa: identidades e representações da África na imprensa negra paulista (1916-1978). Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, Franca, 2016.

SANTOS, José Antônio dos. Prisioneiros da História: trajetórias intelectuais na imprensa negra Meridional. Tese (Doutorado em História). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

SELBACH, Jeferson F. Muito além da Praça José Bonifácio: as elites e os outsiders em Cachoeira do Sul pela voz do Jornal do Povo, 1930-1945. Tese de Doutorado do programa de Pós-graduação em História, UNISINOS, 2007.

SILVA, Fernanda de Oliveira. Os negros, a constituição e espaços para os seus e entrelaçamento destes espaços: associações e identidades negras em Pelotas (1820-1943). Dissertação de Mestrado do Programa de Pós-graduação em História, PUCRS, Porto Alegre, 2011.

SILVA, Mario A. M. da. Rastros do Cisne preto: Lino Guedes, um escritor negro pelos jornais (1913-1969) Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 30, no 62, set-dez. 2017.

SOUZA, Luiz Aberto de. Um Emparedado na “Torre de Marfim”? Os temas da escravidão e do abolicionismo na Fortuna crítica de João da Cruz e Sousa. Anais do 6º Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional. Universidade Federal de Santa Catarina, 2013.

WEIMER, Rodrigo de A. A gente de Felisberta. Consciência histórica, história e memória de uma família negra no litoral rio-grandense no pós-emancipação. (c. 1847-tempo presente). Tese de Doutorado. Programa de Pós-graduação em História. Universidade Federal Fluminense, 2013.

ZUBARAN, Maria Angélica; VARGAS, Juliana Ribeiro. Imprensa negra: memórias, patrimônios documentais e educação antirracista. Anais da Reunião Científica Regional da ANPED, Curitiba, UFPR, 2016a.

ZUBARAN, Maria Angélica. Pedagogias da Imprensa Negra: entre fragmentos biográficos e fotogravuras. Educar em Revista, núm. 60, 2016b.

Downloads

Publicado

2022-07-12