O TEXAS BRASILEIRO: O RIO GRANDE DO SUL E O GAÚCHO NA PERSPECTIVA DAS REVISTAS DE PROPAGANDA BRASILEIRA NOS EUA (1941)

Autores

Palavras-chave:

Estado Novo, Imprensa, política externa

Resumo

RESUMO

O artigo analisa, a partir da política de propaganda externa brasileira nos EUA, no contexto da Segunda Guerra Mundial, como o estado do Rio Grande do Sul e o gaúcho foram apresentados ao leitor de duas revistas publicadas pelo governo brasileiro nos EUA, na década de 1940: Brazil Today e Travel in Brazil, ambas em língua inglesa, distribuídas nos EUA e Canadá. O referencial teórico-metodológico ancora-se no diálogo entre várias abordagens de História na dimensão cultural que envolvam as ideias e intelectualidade com a História Política de caráter renovado, articulando reflexões acerca das relações entre a ideologia política do Estado Novo para com a imprensa estrangeira. Como resultados, nota-se a tentativa de aproximação, tanto em aspectos geográficos quanto etnográficos, de EUA e Brasil, no caso, Meio Oeste estadunidense com o Sul brasileiro, cowboy texano com gaúcho, estratégia que visou arregimentar o público leitor dos periódicos um laço de amizade dos dois países para melhorar a imagem do Brasil em território estadunidense.

Palavras-chave: Brazil Today. Cowboy. Gaúcho. Imprensa. Rio Grande do Sul. Travel in Brazil.

 

ABSTRACT

The article analyzes, from the Brazilian foreign propaganda policy in the USA, in the context of World War II, how the state of Rio Grande do Sul and the gaucho were presented to the reader of two magazines published by the Brazilian government in the USA, in the decade of 1940: Brazil Today and Travel in Brazil, both in English, distributed in the USA and Canada. The theoretical-methodological framework is anchored in the dialogue between various approaches to History in the cultural dimension that involve ideas and intellectuality with a renewed Political History, articulating reflections on the relationship between the political ideology of the Estado Novo and the foreign press. As a result, there is an attempt to bring the USA and Brazil closer, both in geographic and ethnographic aspects, in this case, the US Midwest with the Brazilian South, Texan cowboy and gaucho, a strategy that aimed to enlist the readership of the periodicals in a bond of friendship between the two countries to improve the image of Brazil in US territory.

Keywords: Brazil Today. Cowboy. Gaucho. Press. Rio Grande do Sul. Travel in Brazil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lindercy Francisco Tomé de Souza Lins, UERN

Departamento de História - UERN

Andreza Rayane Souza de Andrade, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

Referências

ARANHA, Oswaldo. Carta a Getúlio Vargas. Washington, 31 ago. 1937. CPDOC Gvc. 1937.08.31/2.

ATHERTON, Lewis. Cattleman and Cowboy: Fact and Fancy. Montana The Magazine of Western History Vol. 11, No. 4, 1961, p. 2-17. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/4516532. Acesso em: 25 jun. 2021.

BANDEIRA, Luís Alberto. Brasil, Argentina e Estados Unidos: conflito e integração na América do Sul (da Tríplice Aliança ao Mercosul). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

BASTOS, S; ROLFSEN SALLES, M; SIQUEIRA BUENO, M. Turismo e Imigração: Por uma Política de Hospitalidade no Brasil entre 1937 e 1951. Rosa dos Ventos, vol. 6, núm. 2, abril-junho, 2014, p. 197-216 Universidade de Caxias do Sul Caxias do Sul, Brasil.

BRASIL. Decreto nº 5.077 – de 29 de dezembro de 1939. Aprova o regimento do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP.). In: <http://legis.senado.gov.br/legislacao/ListaNormas.action?numero=5077&tipo_norma=DEC&data=19391229&link=s>. Acesso em: 23 nov. 2014.

BISPO, Antônio Alexandre. O Brazilian Information Bureau nas suas relações com a American Brazilian Association e a American Coffee Corporation - movimento brasileiro à época da visita da filha de Getúlio Vargas aos EUA. 50 anos de morte de Vera Kelsey (1891-1961)". Revista Brasil-Europa. n.129/20, 2011. Disponível em:<http://www.revista.brasil-europa.eu/129/Brazilian_Information_Bureau_NY.html>. Acesso em: 03 Jul. 2021.

BOBBIO, Norberto; MATTEUCCI, Nicola; PASQUINO, Gianfranco (orgs). Dicionário de política. Vol. 2. Brasília: EDUNB, 2008.

BRASIL, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Recenseamento geral do Brasil. Série nacional. Vol. 2. Rio de Janeiro: serviço gráfico do IBGE, 1950. P 148. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/monografias/GEBIS%20-%20RJ/CD1940/Censo%20Demografico%201940%20VII_Brasil.pdf. Acesso em 27 jun. 2021.

BRAZIL TODAY. Nova Iorque. Ano 1. Sept. 1940.

CAMPBELL, Gibson & KAY, Jung. Historical Census Statistics on population totals by race, 1790 to 1990, and by hispanic origin, 1970 to 1990. U.S. Census Bureau, Washington, DC: 2002. Disponível em: https://www.census.gov/content/dam/Census/library/working-papers/2002/demo/POP-twps0056.pdf. Acesso em 27 jun. 2021.

CASTILHO, C. S.; PERONI, N. O. Hotelaria em Porto Alegre. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo. v. 2, n. 1, p. 4-19, mar. 2008.

CERVO, Amado & BUENO, Clodoaldo. História da política exterior do Brasil. 3ª ed. Brasília: EDUNB, 2008.

DOMINGUES. Octavio. The Vaqueiro. In: Travel in Brazil. Vol.2, No.2. Rio de Janeiro, 1942

ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2021. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa22373/tasso-da-silveira. Acesso em: 21 de abr. 2021. Verbete da Enciclopédia

FERNÁNDEZ-ARMESTO, Felipe. Então você pensa que é humano? Uma breve história da humanidade. São Paulo: Cia das Letras, 2007.

GOULD, Stephen Jay. Dinossauro no palheiro: reflexões sobre a história natural. São Paulo: Cia das Letras, 1997.

HERTZ, Mônica. A dimensão cultural das relações internacionais: proposta téorico-metodológica, Contexto Internacional, n. 6, IRI/PUC, Rio de Janeiro, jul.-dez. 1987. Disponível em: http://contextointernacional.iri.puc-rio.br/media/herz_vol6.ano3.pdf. Acesso em: 03 Jul. 2021.

HILTON, Stanley. Oswaldo Aranha. Uma biografia. Rio de Janeiro: Objetiva, 1994.

JUNQUEIRA, Mary Anne. Ao sul do Rio Grande. Imaginando a América Latina em Seleções. Oeste, Wilderness e Fronteira (1942-1970). Bragança. SP: EDUSF, 2000.

KELSEY, Vera. Seven keys to Brazil. New York: Funk & Wagnalls company, 1940.

KELSEY, Vera. Rio Grande do Sul. In: Brazil Today. Volume 1, número 6. Nova Iorque, 1941.

LAMBERT, Neal E. Freedom and the American Cowboy. Brigham Young University Studies Vol. 8, No. 1, 1967, p. 61-71. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/43041744. Acesso em 25 jun. 2021.

LEVINE, Robert M. Pai dos pobres? O Brasil e a Era Vargas. Tradução de Anna Olga de Barros Barreto. São Paulo: Cia das Letras, 2002.

LIFE. Nova Iorque, 23 nov. 1936.

LINS, Lindercy. To sell a product or to sell an idea: a propaganda oficial do Brasil nos Estados Unidos da América (1930-1945). 2015. Tese (Doutorado em História Social) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. doi:10.11606/T.8.2016.tde-24022016-013307.

LOCASTRE, Aline Vanessa. Alô América do Sul! - os estereótipos sul americanos na propaganda de guerra estadunidense. III Encontro Nacional de Estudos da Imagem 03 a 06 de maio de 2011 - Londrina – PR.

LUCA, Tânia Regina de. A produção do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) em acervos norte-americanos: estudo de caso. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 31, n. 61, p. 271-296, 2011.

MCCANN JR., Frank D. Aliança Brasil-Estados Unidos 1937-1945. Rio de Janeiro. BibliEx, 1995.

MANTHORNE, Katherine. Luis Jiménez's Vaquero and the Trojan Horse. American Art. Vol. 20, No. 2, 2006, p. 28-31. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/10.1086/507498. Acesso em 26 jun. 2021.

PEARSON, Andrew R. Washington Merry-Go-Round. Nova Iorque, 02 Dec. 1935.

RIBEIRO, Edgard Telles. Diplomacia cultural: seu papel na política externa brasileira. Brasília: FUNAG, 2011.

ROSA, Alessandra. “Quando a Eugenia se distancia do Saneamento: as ideias de Renato Kehl e Octávio Domingues no Boletim de Eugenia (1929-1933)”. Tese (Mestrado em História das Ciências da Saúde) – Casa de Oswaldo Cruz – FIOCRUZ, Rio de Janeiro, p.126. 2005. Disponível em: http://www.ppghcs.coc.fiocruz.br/images/teses/santosar.pdf. Acesso em 01 jul. 2021.

SCHOULTZ, Lars, Estados Unidos: poder e submissão. Uma história da política norte-americana em relação à América Latina. Bauru: EDUSC, 2000.

SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. 2ª ed. São Paulo: Cia. das Letras, 2003.

SILVA, Lucas Silva da. Porto Alegre e a segunda Guerra Mundial (1939-1945): impactos no cotidiano da capital gaúcha / Lucas Silva da Silva. – Porto Alegre, 2009.

SILVEIRA, Tasso da. Gauchos. In: Travel In Brazil. Vol. 1. Num. 3. Rio de Janeiro, 1941.

SIRINELLI. Os intelectuais e a política. In: Por uma história política. Rio de Janeiro: Editora UFRJ/Editora FGV, 1996.

SVARTMAN, Eduardo Munhoz. Diplomatas, políticos e militares. As visões do Brasil sobre a Argentina durante o Estado Novo. Passo Fundo: EDIUPF, 1999.

TEXAS ALMANAC, 1939-1940, 1939; Dallas, Texas. Disponível em: https://texashistory.unt.edu/ark:/67531/metapth117163/. Acesso em 28 jun. 2021.

TRAVEL IN BRAZIL. Rio de Janeiro. Vol.2, No.2, 1942.

VIEIRA, Ana Paula Leite. O Departamento de Imprensa e Propaganda e a política editorial do Estado Novo (1937-1945). Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2019.

Downloads

Publicado

2022-07-12