O Uso de Laboratórios Virtuais por educandos com Deficiência Visual/ Cegos no Ensino de Ciências: Uma Revisão Sistemática de Literatura

Autores

  • Ricardo Daniell Prestes Jacaúna UFRGS
  • Miriam Garcia Müller UFRGS
  • Crediné Silva de Menezes UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.126513

Resumo

O uso de laboratórios virtuais de aprendizagem é cada vez mais adotado como uma ferramenta para apoiar as aprendizagens, por permitir que os sujeitos possam experimentar diversas situações que favoreçam seu desenvolvimento. Ao referirmos aos estudantes com deficiência visual e/ou cegueira, estas práticas tornam-se desafiadoras.Diante disso, apresentamos uma Revisão Sistemática de Literatura (RSL) sobre o uso de Laboratórios Virtuais em aulas de ciências com a participação desses educandos. Foi utilizado o protocolo de RSL consolidado por Kitchenham (2004) como base metodológica. As informações e dados foram encontrados em periódicos científicos conforme os critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos no protocolo de pesquisa. Localizamos 320 trabalhos, desses, 11 foram selecionados e analisados, de forma a responder as questões estabelecidas. Conclui-se que são incipientes as pesquisas sobre LV para apoiar o ensino de Ciências para o público considerado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-08-31

Como Citar

PRESTES JACAÚNA, R. D. .; GARCIA MÜLLER, M. .; SILVA DE MENEZES, C. O Uso de Laboratórios Virtuais por educandos com Deficiência Visual/ Cegos no Ensino de Ciências: Uma Revisão Sistemática de Literatura . RENOTE, Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 91–101, 2022. DOI: 10.22456/1679-1916.126513. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/126513. Acesso em: 9 dez. 2022.