ÁREA DE HEXÁGONOS ATRAVÉS DA DECOMPOSIÇÃO EM TRIÂNGULOS: UM ESTUDO A PARTIR DO SOFTWARE GEOGEBRA

Autores

  • Juliana Gabriele Kiefer UFSM
  • Rita de Cássia Pistóia Mariani UFSM
  • Maria Arlita da Silveira Soares Unipampa

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.106007

Palavras-chave:

área, registros de representação semiótica, apreensões, GeoGebra.

Resumo

Este artigo tem por objetivo investigar se e como licenciandos em Matemática mobilizam representações semióticas ao realizarem uma atividade adaptada da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que explora área de hexágonos a partir da decomposição em triângulos, com o apoio do software GeoGebra. Para tanto, toma-se como aporte teórico os Registros de Representação Semiótica (RRS). A pesquisa caracteriza-se como qualitativa e segue pressupostos da Análise de Conteúdo. Os resultados indicam que as apreensões sequencial, perceptiva, discursiva e operatória foram mobilizadas, sendo que a perceptiva e a operatória foram as mais enfatizadas. Além disso, o software auxiliou de modo expressivo na resolução da atividade, pois tornou a atividade dos alunos mais experimental e exploratória, possibilitando a mobilização das representações semióticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-07-31

Como Citar

GABRIELE KIEFER, J.; DE CÁSSIA PISTÓIA MARIANI, R.; ARLITA DA SILVEIRA SOARES, M. ÁREA DE HEXÁGONOS ATRAVÉS DA DECOMPOSIÇÃO EM TRIÂNGULOS: UM ESTUDO A PARTIR DO SOFTWARE GEOGEBRA. RENOTE, Porto Alegre, v. 18, n. 1, 2020. DOI: 10.22456/1679-1916.106007. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/106007. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Teorias educacionais aplicadas à TIC