Access to Higher Education Through Affirmative Action: In Search of Social Equity

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol38n002022.120737

Palavras-chave:

Social equity, Affirmative Action Quota, Citizenship, Academic achievement

Resumo

The objective of the research was to verify whether the difference in academic performance of beneficiaries and non-beneficiaries of quotas in the National High School Exam (ENEM) is reduced in comparison to that found by examining the Coefficient of Academic Performance (CAP). It also analyzes whether this reduction impacted the lives of graduates. The quantitative research found that the academic performance of the beneficiaries of the quota in the ENEM exam was lower, when the CAP is analyzed, 64.91% of the sub-variables indicated that there was no difference in performance between the two groups. The qualitative research found that in 100% of the statements made by undergraduate beneficiaries it was expressed a feeling that entering in the UFES and obtaining a degree resulted in changes in their lives.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fatima Bayma de Oliveira, FGV-RJ

Doutora em Educação pela UFRJ. Mestre em Administração Pública pela University of Connecticut (EUA). Bacharel em Administração Pública pela EBAP/FGV. Professora Titular da FGV/EBPAE. 

 

Referências

Aguiar, L. C. (2012a). Um legado do século XX para a política educacional do século XXI: a teoria do capital humano. Revista Histedbr On-line, v. 10, n. 40, p. 126–144, 2012. Retrieved from: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639810

Aguiar, M. O. (2012b). Sentiment analysis em relatórios da administração divulgados por firmas brasileiras. Dissertação de mestrado apresentada ao programa de pós-graduação da FUCAPE.Vitória - ES. Retrieved from http://www.fucape.br/_public/producao_cientifica/8/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20Marcelo%20Otone%20Aguiar.pdf

Alphonse, F. (2015). Análise do programa de ação afirmativa e inclusão social (paais) implementado pela UNICAMP no período de 2005 - 2014. Dissertação de mestrado Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Campinas. Retrieved from http://taurus.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/254126/1/Alphonse_Fritznel_M.pdf

Arapiraca, J. O. (1982). USAID e a educação brasileira. São Paulo: Cortez Autores Associados.

Baqueiro, D. F. de A. (2015). Equidade e eficácia na educação: contribuições da política de assistência estudantil na permanência e desempenho discente. Dissertação de Mestrado: Faculdade de Educação da Universidade Federal Bahia. Salvador. Retrieved from http://www.equidade.faced.ufba.br/sites/equidade.oe.faced.ufba.br/files/equidade_e_eficacia_na_educacao._contribuicoes_da_politica_de_assistencia_estudantil_na_permanencia_e_desempenho_discente.pdf.

Becker, G. S. (1964). Human capital a theoretical and empirical analysis, with special reference to education. New York: Columbia University Press.

Brasil. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Supremo Tribunal Federal, Secretaria de Documentação, 2017. Retrieved from http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/legislacaoConstituicao/anexo/CF.pdf

Brasil. (2012). Lei Federal nº 12.711/2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Retrieved from http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12711.htm

Bravo, R. D. S. (2002). Avaliação de políticas públicas educacionais: o caso do programa qualidade no ensino da secretaria de educação do estado do Paraná. Dissertação apresentada à Escola Brasileira de Administração Pública da Fundação Getúlio Vargas. Rio de Janeiro. Retrieved from http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/3634/000307897.pdf?sequence=1

Bussab, W. O., & Morettin, P. A. (2002). Estatística básica. São Paulo: Saraiva.

Carmo, C. R. S., & Almeida, S. de A. F. (2015). Exame Nacional de Avaliação de Desempenho de Estudantes (ENADE): a influência de variáveis qualitativas no desempenho dos alunos dos cursos de Ciências Contábeis. Revista de Auditoria, Governança e Contabilidade (RAGC), 3(7), 71-87. Retrieved from http://www.fucamp.edu.br/editora/index.php/ragc/article/view/602

Carneiro, B. L. V. (2015). O controle jurisdicional das políticas públicas: possibilidades, limites e parâmetros. Revista CEJ, 19(65). Retrieved from http://www.jf.jus.br/ojs2/index.php/revcej/article/viewArticle/2000

Carnoy, M.; Levin, H. (1987). Escola e trabalho no Estado capitalista. São Paulo: Cortez.

Creswell, J. W. (2009). Investigação qualitativa e projeto de pesquisa. (3th. ed.) Tradução de Sandra Mallmann Rosa. Porto Alegre: Penso.

Decker, A.; Evangelista, O. (2019). Educação na lógica do Banco Mundial: formação para a Sociabilidade Capitalista. Roteiro, v. 44, n. 3, 2019. Retrieved from: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/23206/14025

Di Caro, L.; & Grella, M. (2013). Sentiment analysis via dependency parsing. Computer Standards & Interfaces, Amsterdam, 35(5), 442-453

Finkel, S.M. (1977). El capital humano: concepto ideológico. In: Labarca, G. (Org.). La educacion burguesa. México: Nueva Imagen.

Finkel, S.M. (1990). Crisis de acumulación y respuesta educativa de Ia "Nueva derecha". Revista Argentina de Educaciôn. Buenos Aires,1990.

Fonseca, J. G.; Ferreira, M. A. D. S. (2020). A Teoria do Capital Humano e a noção de empregabilidade: um estudo comparativo. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, 1(18). Retrieved from: <http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/7859/pdf>. Acesso em: 27 abr. 2021

Fraser, M. T. D. (2004). Da fala do outro ao texto negociado: discussões sobre a entrevista na pesquisa qualitativa. Revista Paideia, 14(28), 139-152. Retrieved from http://www.scielo.br/pdf/paideia/v14n28/04.pdf/

Frigotto, G. (1995). Educação e a crise do capitalismo real. São Paulo: Ed. Cortez.

Kelniar, V. C., Lopes, J L., & Pontili, R. M. (2013). A teoria do capital humano: revisitando conceitos. VIII Encontro de Produção Científica e Tecnologia (EPCT). Anais. Campos Moirão: Paraná. Retrieved from http://www.fecilcam.br/nupem/anais_viii_epct/PDF/TRABALHOS-COMPLETO/Anais-CSA/ECONOMICAS/05-Vckelniartrabalhocompleto.pdf

Langoni, C. G. (2005). Distribuição de renda e desenvolvimento econômico do Brasil. Rio de Janeiro: FGV.

Mincer, J. (1958). Investment in human capital and personal income distribution. Journal of Political Economy, LXVI (4), 281-302. Retrieved from https://www.journals.uchicago.edu/doi/abs/10.1086/258055

Moehlecke, S (2002). Ação afirmativa: história e debates no Brasil. Cadernos de pesquisa, 117(11), 197-217. Retrieved from http://www.scielo.br/pdf/cp/n117/15559

Moreira, G. C. (2008). O princípio da igualdade nas ações afirmativas e a política de quotas. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XI, 58. Retrieved from http://www.ambitojuridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=3166

Ney, M. G., Totti, M. E. F., & Reid, T. de L. S. (2010). A influência das condições socioeconômicas das famílias na qualidade da educação básica na região Norte Fluminense. Vértices, 12(1), 103-119. Campos dos Goytacazes/RJ. Retrieved from http://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/viewFile/1809-2667.20100008/240

Oliveira, D. J. S., & Bermejo, P. H. de S. (2017). Mídias sociais e administração pública: análise do sentimento social perante a atuação do governo federal brasileiro. Revista Organização e Sociedade, 24(82), 491-508. Retrieved from http://www.scielo.br/pdf/osoc/v24n82/1413-585X-osoc-24-82-0491.pdf

Oliveira, E. A. de, & Falavinha, D. H. S. (2010). Breves anotações sobre as ações afirmativas: conceito, abrangência e o princípio da igualdade. Retrieved from http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?artigo_id=7862&n_link=revista_artigos_leitura

Oliveira, E. A. de. (2014). Políticas públicas sociais: ações afirmativas como instrumento jurídico para concretização da igualdade e o acesso à educação. Nucleus, 11(1).

Oliveira, I. M. (2015). Avaliação do método de análise de sentimento em mídias sociais aplicado na gestão social e política. Retrieved from http://www.cpihts.com/2003_10_19/Iris%20Oliveira.htm

Pang, B., & Lee, L. (2008). Opinion mining and sentiment analysis. Foundations and Trends in Information Retrieval, Washington, 2(1-2), 1-135.

Parente, C., Ramos, M., Marcos V., Cruz, S. & Veloso, H. (2011). The effects of education on patterns of youth integration into the labour market in Portugal. Sociologia, Problemas e Práticas, 65, 69-93.

Posternak, L. (2014). A teoria do capital humano no Brasil: o pioneirismo de Carlos Langoni. XVI Encontro de Regional de História da Anuph - Rio: Saberes e Práticas Científicas (Anais). Retrieved from http://www.encontro2014.rj.anpuh.org/resources/anais/28/1400198356_ARQUIVO_artigoANPUH2014.pdf

Ribeiro, M. (2015). Territory and Income Inequality in Metropolitan Regions in Brazil. Dados: Revista de Ciencias Sociais, 58(4), 913. Retrieved from: https://www.scielo.br/j/dados/a/kBKnWRqsPbyz6SGTBgFZgDL/abstract/?lang=en

Rocha, C. L. A. (1996). Ação afirmativa - o conteúdo democrático do princípio da igualdade jurídica. Revista de Informação Legislativa. 131. Retrieved from http://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/176462/000512670.pdf?sequence=3

Rubin, M., Oliveira, F. &Nicholson,W.(2020). Racial Equity in Brazil. In S. Gooden (Eds), Global Equity in Administration: Nervous Areas of Government. Routledge.

Sales, T. (1994). Raízes da desigualdade social na cultura política brasileira. Revista brasileira de ciências sociais, 25(9), 26-37. Retrieved from http://www.anpocs.org.br/portal/publicacoes/rbcs_00_25/rbcs25_02.htm

Salm, C. (1980). Escola e trabalho. São Paulo: Brasiliense.

Santos, J. T. (2012). Ações afirmativas e educação superior no Brasil: um balanço crítico da produção. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 93(234). Retrieved from http://rbep.inep.gov.br/index.php/rbep/article/viewFile/447/433

Schultz, T. (1962). O valor econômico da educação. Rio de Janeiro: Zahar.

Silva, F. J. C. (2012a). ENADE - um estudo sobre o desempenho das instituições de ensino superior nos anos de 2007 e 2010. Dissertação de Mestrado apresentada ao programa de pós-graduação em Economia da Universidade Católica Brasília. Retrieved from https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/bitstream/123456789/469/1/Joao%20Carlos%20da%20Silva%20Filho.pdf

Silva, M. R. S. N. (2011). Que é a cidadania brasileira? What is the brazilian citizenship? Revista Sociologia Jurídica, 68.

Silva, N. T. (2012b). Política de cotas: um meio de garantir o princípio da igualdade. Conteúdo Jurídico, Brasília-DF,19. Retrieved from http://www.conteudojuridico.com.br/?artigos&ver=2.40606&seo=1

Silva, T. D. M. G. (2014). O impacto das ações afirmativas no ensino superior e o desempenho dos alunos. Dissertação de mestrado da Escola de Pós-Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas. Retrieved from https://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/11924

Sin, C.; Tavares, O.;& Amaral, A.(2016). Who is responsible for employability? Student perceptions and practices. Tertiary Education and Management, 22(1), 65–81, 2016. Retrieved from: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/13583883.2015.1134634?journalCode=rtem20

Soares, J. F.; & Andrade, R. J. (2006). Nível socioeconômico, qualidade e equidade das escolas de Belo Horizonte. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, Rio de Janeiro, 14(50), 107-126. Retrieved from http://www.scielo.br/pdf/%0D/ensaio/v14n50/30410.pdf

Sobkowicz, P.; Kaschesky, M.; & Bouchard, G. (2012). Opinion mining in social media: modeling, simulating, and forecasting political opinions in the web. Government Information Quarterly, Amsterdam, 29(4), 470-479.

Tafadzwa, T. (2019). The social unemployment gap in South Africa: Limits of enabling socio- economic redress through expanding access to higher education. Education policy analysis archives, 27. Retrieved from: https://epaa.asu.edu/ojs/article/view/4461

Tafner, P. (2006). Brasil: o estado de uma nação, mercado de trabalho, emprego e informalidade. IPEA.

Teixeira, M. de P. (2018). Democratizing the access to college education: Brazilian race/color classification in affirmative action’s debate. Ensaio: aval. pol. públ. Educ. 26(100), Rio de Janeiro.

UFES (2015). Perguntas Frequentes (FAQ) – Portal do Aluno. Retrieved from https://aluno.ufes.br/Faq/faq_PortaldoAluno.pdf

Viana, G., & Lima, J. F. de. (2010). Capital humano e crescimento econômico. Interações, Campo Grande, 11( 2), 137-148. Retrieved from http://www.scielo.br/pdf/inter/v11n2/a03v11n2.pdf

Publicado

2022-04-18

Como Citar

Arrigoni, F. J., Pires, M. A., Mantovani, D. M. N., Sant’Anna, A. de S., & Oliveira, F. B. de. (2022). Access to Higher Education Through Affirmative Action: In Search of Social Equity. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 38(00). https://doi.org/10.21573/vol38n002022.120737