“ESSE USO ESTÁ ADEQUADO?”: A PERCEPÇÃO DOS CARIOCAS SOBRE AS FORMAS TU e VOCÊ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2238-8915.122710

Resumo

Neste artigo, apresentamos os resultados de uma pesquisa sobre a percepção das formas tu e você na variedade carioca do PB. Para tanto, utilizamos uma metodologia experimental, por meio da aplicação de um teste de julgamento de adequação sociolinguística (CARVALHO, 2019). Nossa hipótese inicial era a de que existem diferenças quanto à percepção do uso de tu e você, relacionadas ao valor social das variantes e da ausência da concordância canônica de 2SG com tu (tu faz) na fala carioca. Adotamos, como pressupostos teóricos, a Sociolinguística Laboviana e a Pragmática Sociocultural. Os resultados evidenciaram julgamentos positivos para a forma você, independentemente do tipo de relação ou tipo de frase empregados, reforçando o caráter neutro de tal variante. O mesmo não se verificou para o tu, que recebeu julgamentos mais positivos nas relações simétricas do que nas relações assimétricas. Contrariando nossas expectativas, os resultados indicaram que a percepção sobre a forma tu parece não estar relacionada à ausência de concordância canônica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Brasil Albuquerque de Carvalho, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestre e doutoranda em Língua Portuguesa pelo PPGLEV/UFRJ

Célia Regina dos Santos Lopes, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Língua Portuguesa pelo PPGLEV/UFRJ

Downloads

Publicado

2022-07-07

Como Citar

BRASIL ALBUQUERQUE DE CARVALHO, B.; DOS SANTOS LOPES, C. R. “ESSE USO ESTÁ ADEQUADO?”: A PERCEPÇÃO DOS CARIOCAS SOBRE AS FORMAS TU e VOCÊ. Organon, Porto Alegre, v. 37, n. 73, p. 59–79, 2022. DOI: 10.22456/2238-8915.122710. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/organon/article/view/122710. Acesso em: 27 jan. 2023.