Microbiota e barreira intestinal: implicações para obesidade

Alynne Moniellen Oliveira, Thais Ortiz Hammes

Abstract


A epidemia da obesidade é considerada um importante problema de saúde pública na sociedade ocidental, pois ela relaciona-se à comorbidades como síndrome metabólica, diabetes mellitus e hipertensão. A microbiota intestinal pode contribuir para o desenvolvimento da obesidade através do aumento da extração energética dos componentes da dieta, da lipogênese, da permeabilidade intestinal e da endotoxemia, mediada especialmente pelos lipopolissacarídeos. Estudos tem demonstrado diferenças na composição da microbiota intestinal entre indivíduos obesos e magros. Ao que parece, o aumento na proporção de Firmicutes em relação a Bacteroidetes parece estar presente na obesidade, podendo ser alterada a medida que ocorre perda de peso. Assim, o objetivo deste estudo é revisar a literatura acerca dos mecanismos que relacionam a microbiota e a barreira intestinal ao desenvolvimento ou agravamento da obesidade.

Palavras-chave: Obesidade; microbioma gastrointestinal; microbiota; permeabilidade intestinal

 


Keywords


Obesidade; microbioma gastrointestinal; microbiota; permeabilidade intestinal



Copyright (c) 2017 Clinical & Biomedical Research

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

   

  

 

Apoio Financeiro:

  

 

Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.