Determinação do Limite Mínimo de Detecção da Técnica de PCR “Nested” para o Vírus da Hepatite B (HBV)

Autores

  • Tiago Bottin Coser Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Marisa Chesky Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Fernanda de-Paris Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Afonso Luis Barth Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Virginia Minghelli Schmitt PUCRS
  • Alice Beatriz Mombach Pinheiro Machado Hospital de Clínicas

Palavras-chave:

HBV, PCR, Hepatite B

Resumo

Mundialmente, a hepatite pelo vírus B (HBV) é considerada um dos maiores problemas de saúde pública, apesar da vacina-ção. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que mais de 2 bilhões de pessoas estejam infectadas pelo HBV. O Brasil é classificado como área de incidência intermediária pela OMS. No entanto, estudos de prevalência detectaram diferenças de índices de infecção nas regiões geográficas: 8% na região Amazônica, 2,5% nas regiões Centro-Oeste e Nordeste, 2% na Sudeste e 1% na região Sul. Um diagnóstico sensível e específico é de fundamental importância para os pacientes portadores do HBV. O objetivo deste estudo foi determinar o limite mínimo de detecção da técnica de PCR “nested” “in house” para o HBV. Diluições seriadas de uma amostra quantificada de HBV (1000 cópias/mL; 750 cópias/mL; 500 cópias/mL; 250 cópias/mL) foram submetidas à técnica de PCR “nested”. O alvo da amplificação por PCR foi a região do core e pré-core do vírus. Para extração dos ácidos nucléicos da amostra foi empregado o kit comercial QIAmp. O limite mínimo de detecção encontrado foi de 500 cópias/mL ou 10 cópias por reação de PCR.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Virginia Minghelli Schmitt, PUCRS

Professora Doutora da Faculdade de Farmácia da PUCRS

Alice Beatriz Mombach Pinheiro Machado, Hospital de Clínicas

Atualmente trabalhando no laboratório de Biologia Molecular do Serviço de Patologia Clínica do HCPA (21018860).

Downloads

Publicado

2008-06-03

Como Citar

1.
Coser TB, Chesky M, de-Paris F, Barth AL, Schmitt VM, Pinheiro Machado ABM. Determinação do Limite Mínimo de Detecção da Técnica de PCR “Nested” para o Vírus da Hepatite B (HBV). Clin Biomed Res [Internet]. 3º de junho de 2008 [citado 26º de junho de 2022];28(1). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/2945

Edição

Seção

Artigos Originais