Associação entre aleitamento materno e estado nutricional atual de crianças e adolescentes atendidos em um hospital do Sul do Brasil.

Autores

  • Renata Schwartz Residência Integrada Multiprofissional em Saúde – RIMS Centro de Estudos em Alimentação e Nutrição (CESAN) / UFRGS/HCPA
  • Júlia de Lima Carraro Residência Integrada Multiprofissional em Saúde – RIMS Centro de Estudos em Alimentação e Nutrição (CESAN) / UFRGS/HCPA
  • Bárbara Pelicioli Riboldi Centro de Estudos em Alimentação e Nutrição (CESAN) / UFRGS/HCPA Curso de Nutrição UFRGS
  • Estela Beatriz Behling Centro de Estudos em Alimentação e Nutrição (CESAN) / UFRGS/HCPA. Curso de Nutrição UFRGS. Departamento de Pediatria e Puericultura, UFRGS.

Palavras-chave:

aleitamento materno, estado nutricional, idade materna, escolaridade, paridade, comportamento alimentar, pediatria, lactente, adolescente

Resumo

Introdução: O leite materno é o alimento adequado para crianças nos primeiros meses de vida. O padrão de aleitamento materno pode estar relacionado ao estado nutricional de crianças e adolescentes. A escolaridade, idade materna e a presença de filhos anteriores também podem estar relacionadas com a duração da amamentação.

Objetivo: Avaliar a relação entre o tempo de aleitamento materno com o estado nutricional atual de crianças e adolescentes atendidos no Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS.

Métodos: Estudo transversal realizado na unidade de internação pediátrica e no ambulatório de nutrição pediátrica do HCPA com 106 crianças e adolescentes. Os participantes foram avaliados através da caderneta da criança, instrumento formulado para o estudo e avaliação antropométrica.

Resultados: Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas em relação ao estado nutricional quando comparado com aleitamento materno, aleitamento materno exclusivo, tempo de amamentação exclusiva e tipo de leite utilizado após a interrupção do aleitamento materno exclusivo. Também não foram encontradas diferenças em relação ao tempo de aleitamento materno exclusivo quando comparado com idade da mãe no nascimento do bebê, escolaridade materna e filhos anteriores.

Conclusão: Não foi encontrada associação estatisticamente significativa entre as variáveis analisadas. Entretanto, os dados percentuais sugerem que o aleitamento materno exclusivo pode influenciar positivamente no perfil nutricional das crianças, que mães com maior escolaridade e mães que possuem filhos anteriores amamentam exclusivamente por mais tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-07-20

Como Citar

1.
Schwartz R, Carraro J de L, Riboldi BP, Behling EB. Associação entre aleitamento materno e estado nutricional atual de crianças e adolescentes atendidos em um hospital do Sul do Brasil. Clin Biomed Res [Internet]. 20º de julho de 2012 [citado 8º de dezembro de 2022];32(2). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/25553

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)