Neoplasia primária de duodeno: aspecto de imagem

Autores

  • Gabriela Jungblut Schuh
  • Sandra Jungblut Schuh
  • Rodrigo Soares de Souza Marques
  • Neomir Fabris
  • Antonio Carlos Maciel
  • João Edson Prediger

Palavras-chave:

Neoplasias duodenais, adenocarcinoma, diagnóstico por imagem

Resumo

O adenocarcinoma primário de duodeno é raro, representando menos de 1% de todas as neoplasias gastrointestinais.1 Apesar disso, é o tumor maligno primário duodenal mais frequente e corresponde a 64% dos adenocarcinomas do intestino delgado.2, 3 Localiza-se predominantemente na segunda porção do duodeno.4 Adenocarcinoma duodenal ocorre com maior frequência em pacientes com  polipose adenomatosa familiar, doença celíaca, doença de Crohn, Síndrome de Peutz-Jeghers e neurofibromatose tipo I.1, 2 Ilustramos a  apresentação deste raro tumor, localizado na terceira porção do duodeno, por diferentes métodos de imagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-26

Como Citar

1.
Schuh GJ, Jungblut Schuh S, Soares de Souza Marques R, Fabris N, Maciel AC, Prediger JE. Neoplasia primária de duodeno: aspecto de imagem. Clin Biomed Res [Internet]. 26º de julho de 2021 [citado 28º de novembro de 2022];41(2). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/104321

Edição

Seção

Relatos de Casos: Imagens em Medicina

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)