Um Lugar Memorável: a Faculdade da Educação/UFRGS, entre afetos e trabalho (1970-2016)

Autores

  • Doris Bittencourt Almeida Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre/RS
  • Valeska Alessandra de Lima Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre/RS http://orcid.org/0000-0003-2287-1045

Palavras-chave:

História da Educação. História das Instituições Educativas. História Oral

Resumo

O presente texto propõe-se a tematizar memórias referentes à Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, instituição de ensino que, há mais de quatro décadas, é responsável pela formação de professores. A pesquisa se inscreve no campo da História da Educação, em suas interfaces com a História das Instituições Educativas. Privilegiaram-se narrativas de memória oral como documentos e, para além, notícias veiculadas pela imprensa de grande circulação, atas de reuniões, projetos de extensão que, articulados, compõem o corpus empírico desta investigação. Problematizou-se a década de 1980, analisando o processo de guinada empreendido na Faculdade, em suas interfaces com o contexto político vivido no país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Doris Bittencourt Almeida, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre/RS

Doris Bittencourt Almeida é professora de História da Educação da Faculdade de Educação e no Programa de Pós-graduação em Educação/UFRGS.

Valeska Alessandra de Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre/RS

Valeska Alessandra de Lima é mestre em Educação pelo PPGEDU/UFRGS, licenciada em Pedagogia pela Faculdade de Educação/UFRGS

Publicado

2016-11-30

Como Citar

Almeida, D. B., & Lima, V. A. de. (2016). Um Lugar Memorável: a Faculdade da Educação/UFRGS, entre afetos e trabalho (1970-2016). Educação &Amp; Realidade, 41. Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/67957

Edição

Seção

Itinerários de Instituições de Formação Docente: memórias e narrativas para o amanhã