PERCEPÇÕES SOBRE IMPACTOS AMBIENTAIS NUMA POPULAÇÃO COM ORIGEM FAMILIAR RURAL E/OU URBANA: UM ESTUDO COM ACADÊMICOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE PORTO ALEGRE/RS

Autores

  • Andréia Castiglia Fernandes
  • Edson Roberto Oaigen
  • Alexandre Alves Fernandes
  • Elisiane Alves Fernandes

Palavras-chave:

Educação. Desenvolvimento Sustentável. Impactos Ambientais, População de Zonas Urbana e Rural.

Resumo

As contradições sobre crescimento econômico e desenvolvimento sustentável estão em pauta em todo o planeta e, também, no Brasil que principia seu potencial econômico modificando sua estratificação social, como uma de suas primeiras medidas. Tem este artigo o problema de pesquisa questionado sobre como o conhecimento e importância das percepções destes acadêmicos de diferentes estratos sociais influem nas percepções sobre Impactos Ambientais. Desta forma, o objetivo da pesquisa foi de interpretar o conhecimento e a importância das percepções dos acadêmicos de diferentes estratos sociais em relação a necessidade de ruptura de paradigmas ambientais diante dos princípios da Educação para o Desenvolvimento Sustentável. A metodologia caracterizou-se pela natureza qualitativa, evidenciada por utilizar o Método Hermenêutico aliado as Técnicas de Analise de Conteúdos e Nuvem de Palavras. As respostas permitem destacar que prevalecem as questões que impactam o ambiente, como decorrentes de ações antrópicas, bem como nota-se que os impactos ambientais se constituem na principal causa da degradação ambiental. Ao mesmo tempo, destaca-se também a ausência de informações efetivas ao homem da zona rural, como meio de colaborar mais com o uso adequado da natureza.

Palavras-chave:. Educação. Desenvolvimento Sustentável.  Impactos Ambientais, População de Zonas Urbana e Rural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-07-11

Edição

Seção

Artigos