A PRODUÇÃO CIENTÍFICA NO PRIMEIRO CONGRESSO BRASILEIRO DE CONTABILIDADE: UMA ANÁLISE DAS PROPOSTAS ELABORADAS

Autores

Palavras-chave:

História da Contabilidade, Pesquisa Contábil, Contabilidade.

Resumo

O Instituto Brasileiro de Contabilidade foi uma das primeiras organizações da classe contábil no Brasil, sendo responsável pelo periódico Mensário Brasileiro de Contabilidade, criado em 1917, sendo o mais antigo em circulação de forma ininterrupta em todo Brasil, e pela organização do primeiro Congresso Brasileiro de Contabilidade, em 1924. Neste estudo tem-se por objetivo analisar as conclusões apresentadas pela comissão executiva do congresso, elaboradas com base na produção científica submetida ao evento, a fim de analisar de que forma as propostas advindas do congresso antecipavam aspectos que passariam a ser adotados apenas décadas depois no âmbito da Ciência Contábil no Brasil. Para tanto, a coleta das informações sobre o congresso sob análise, explicitadas na edição de Agosto de 1924 da revista, foi realizada presencialmente no arquivo do periódico, tendo tais dados sido analisados com base na técnica denominada análise de conteúdo temática. Constatou-se que nas conclusões do evento foram sugeridas diversas implementações jurídicas e contábeis para o país, especialmente em seu aspecto econômico, embora a maior parte de tais mudanças tenha sido realizada apenas décadas depois, o que indica que os pesquisadores que participaram do evento com pesquisas anteciparam aspectos pertinentes tanto para a Ciência Contábil quanto para distintos aspectos da sociedade como um todo em seus estudos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Cunha de Oliveira, Doutorando na Universidade do Grande Rio (UNIGRANRIO)

Doutorando na Universidade do Grande Rio (UNIGRANRIO)

Downloads

Publicado

2022-09-23

Como Citar

OLIVEIRA, T. C. de; COELHO, C. U. F.; ROSA, S. de M. A PRODUÇÃO CIENTÍFICA NO PRIMEIRO CONGRESSO BRASILEIRO DE CONTABILIDADE: UMA ANÁLISE DAS PROPOSTAS ELABORADAS. ConTexto - Contabilidade em Texto, Porto Alegre, v. 22, n. 51, p. 61–74, 2022. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/ConTexto/article/view/121619. Acesso em: 4 dez. 2022.