Diagnóstico patológico da micoplasmose respiratória murina em Rattus norvegicus

Authors

  • Maria Lucia Barreto UFF
  • Elmiro Rosendo do Nascimento UFF
  • Rosaura Presgrave FIOCRUZ
  • Carlos Augusto de Martino Campos UFF
  • Maria da Graça Fichel do Nascimento EMBRAPA
  • Gilberto Brasil Lignon EMBRAPA

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-9216.17073

Keywords:

Mycoplasma pulmonis, Ratos, Micoplasmose Respiratória Murina

Abstract

O uso de animais em experimentos biomédicos com padrão genético e sanitário definido fornece ao pesquisador, modelos importantes para a compreensão de mecanismos biológicos. Entretanto, nesses modelos os ratos podem se infectar por agentes patogênicos, como os Micoplasmas, os quais introduzidos na criação, afetam a produção e os resultados experimentais. Este estudo foi desenvolvido em ratos, positivos para

 

 

Mycoplasma pulmonis, obtidos de dois biotérios, um em Niterói e outro no Rio de Janeiro. Um foi classificado como convencional controlado e o outro como convencional. O objetivo foi caracterizar as lesões encontradas em pulmões e traquéias de animais que apresentavam sintomas de doença respiratória e baixa produtividade. No biotério convencional controlado foram necropsiados 16 ratos da linhagem Wistar-Furth e no biotério convencional, 12 ratos da linhagem Hooded Lister. As amostras de pulmão, traquéia e útero foram submetidas a análise anatomopatológica. No exame anatomopatológico, os animais estudados apresentavam graus variados de lesões, basicamente, nos pulmões e na traquéia. Dentre os diferentes graus de lesões macroscópicas observados nesses órgãos, as lesões discretas (46,43% e 25,00%, respectivamente) e acentuadas (46,43% e 32,15%, respectivamente) foram as mais encontradas em ambos os órgãos enquanto que, no exame microscópico, as lesões mais encontradas foram as acentuadas nos pulmões (64,70%) e, discretas (41,18%) e moderadas (41,18%) nas traquéias. Para os padrões sanitários mencionados e, na ausência de outros métodos, o exame anatomopatológico pode ser utilizado para o diagnóstico da Micoplasmose Respiratória Murina.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Maria Lucia Barreto, UFF

Elmiro Rosendo do Nascimento, UFF

Departamento de Patologia e Clínica Veterinária, Faculdade de Veterinária - UFF

Rosaura Presgrave, FIOCRUZ

FIOCRUZ/INCQS, Rio de Janeiro, RJ.

Carlos Augusto de Martino Campos, UFF

GIM/NAL - UFF.

Maria da Graça Fichel do Nascimento, EMBRAPA

Embrapa Agroindústria de Alimentos, Rio de Janeiro, RJ.

Gilberto Brasil Lignon, EMBRAPA

Embrapa Agrobiologia, Seropédica, RJ.

Published

2018-06-27

How to Cite

Barreto, M. L., Nascimento, E. R. do, Presgrave, R., Campos, C. A. de M., Nascimento, M. da G. F. do, & Lignon, G. B. (2018). Diagnóstico patológico da micoplasmose respiratória murina em Rattus norvegicus. Acta Scientiae Veterinariae, 31(2), 81–87. https://doi.org/10.22456/1679-9216.17073

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)