MIELOLIPOMA GIGANTE – RELATO DE CASO E REVISÃO DA LITERATURA

Autores

  • Gustavo Vasconcelos Alves Serviço de Medicina Interna, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Lívia Goldraich Serviço de Medicina Interna, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Luciana Loss Reck Serviço de Medicina Interna, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Joel Alex Longhi Serviço de Cirurgia Geral, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Tiago Auatt Paes Remonti Serviço de Cirurgia Geral, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Porto Alegre, RS, Brasil.

Palavras-chave:

Mielolipoma, tumor adrenal, incidentaloma adrenal

Resumo

Mielolipomas são tumores benignos raros compostos por tecido adiposo maduro e por elementos hematopoiéticos. Geralmente são menores que 5 cm e assintomáticos, embora lesões maiores podem apresentar-se com dor ou hemorragia retroperitoneal. Descrevemos um caso de mielolipoma gigante, associado à hemorragia retroperitoneal após biópsia por punção com
agulha fina. 

Unitermos: mielolipoma, tumor adrenal, incidentaloma adrenal

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-02-07

Como Citar

1.
Alves GV, Goldraich L, Reck LL, Longhi JA, Remonti TAP. MIELOLIPOMA GIGANTE – RELATO DE CASO E REVISÃO DA LITERATURA. Clin Biomed Res [Internet]. 7º de fevereiro de 2020 [citado 2º de outubro de 2022];26(1). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/100364

Edição

Seção

Relatos de Casos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)