O Especial na Educação: significados e usos

Éric Plaisance

Resumo


Diversas organizações internacionais desempenharam um papel crítico contra o uso tradicional do termo especial em educação. A educação integradora e, posteriormente, a Educação Inclusiva foram valorizadas, bem como a diversidade dos alunos. A Itália representa um caso específico por sua política de integração radical de 1977. A França apresenta um caleidoscópio de instituições e de profissionais, herdado das raízes históricas da Educação Especial. A lei de 2005 não faz mais referência à Educação Especial, e a lei de 2013 reconhece a inclusão escolar de toda criança. Usos paradoxais do especial ainda permanecem na Itália e no Brasil. Por fim, nós nos interrogamos sobre as relações entre a ética e a democratização.

Palavras-chave


Educação Especial; Educação Inclusiva; França; Itália; Brasil



Direitos autorais 2019 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo