Processos de Inclusão Excludente Presentes no Ensino Superior Privado

Mário Luiz Ferrari Nunes, Marcos Garcia Neira

Resumo


As pressões locais e globais por melhora nas formas de organização
social incidiram em políticas públicas que visam garantir o acesso
ao ensino superior de parcela da população, outrora desprivilegiada. Este
artigo trata dos efeitos que esses processos de inclusão podem gerar. Os
dados coletados através de uma etnografia em uma Instituição de Ensino
Superior privado foram analisados mediante as noções de identidade e diferença
produzidas pelos Estudos Culturais. Considera que os processos de
inclusão reforçam e validam as identidades que se adéquam às imposições
de consumo e performatividade, características do neoliberalismo, e marcam
a diferença por meio de processos sutis de exclusão para aqueles que
não se inserem na lógica social vigente.


Palavras-chave


Inclusão Social. Identidade e Diferença. Formação Inicial. Ensino Superior.



Direitos autorais 2018 Mário Luiz Ferrari Nunes, Marcos Garcia Neira

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo