Sentidos de Qualidade na Política de Currículo (2003-2012)

Autores

  • Danielle dos Santos Matheus Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro/RJ – Brasil
  • Alice Casimiro Lopes Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro/RJ – Brasil

Palavras-chave:

Conhecimento. Política de Currículo. Qualidade da Educação. Discurso. Educação Básica.

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de uma investigação sobre os sentidos de qualidade da educação vinculados ao currículo na política educacional no período entre 2003 e 2012. Operando com a teoria do discurso, defendemos que a articulação entre o discurso de qualidade que se pretende total e o discurso de qualidade social é favorecida pela equivalência estabelecida entre as demandas relativas ao conhecimento. Como superfícies de inscrição de sentidos da política, são analisados 57 documentos produzidos no âmbito do Ministério da Educação no referido período e textos de programa de governo divulgados pelo Partido dos Trabalhadores na ocasião das campanhas
eleitorais de 2002, 2006 e 2010.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danielle dos Santos Matheus, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro/RJ – Brasil

é doutora em Educação pelo Programa de
Pós-graduação em Educação <www.proped.pro.br> da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), professora do Colégio Pedro II.

Alice Casimiro Lopes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro/RJ – Brasil

é professora do Programa de Pós-graduação em Educação <www.proped.pro.br> da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), pesquisadora nível 1C do CNPq, Cientista do Nosso Estado Faperj,
Procientista UERJ, coordenadora do grupo de pesquisa Políticas de Currículo e Cultura <www.curriculo-uerj.pro.br>, membro titular do CA-Ed do
CNPq.

Publicado

2014-04-11

Como Citar

Matheus, D. dos S., & Lopes, A. C. (2014). Sentidos de Qualidade na Política de Currículo (2003-2012). Educação &Amp; Realidade, 39(2). Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/41018

Edição

Seção

Qualidade na Educação Básica