Pesquisa Qualitativa Crítica: conceitos básicos

Phil Francis Carspecken

Resumo


Este artigo revisa conceitos básicos associados à pesquisa qualitativa crítica. É explicada e ilustrada uma teoria do sentido embasada em pragmática comunicativa para orientar o pesquisador qualitativo crítico na reconstrução dos domínios e estruturas implícitos da ação significativa, incluindo a conversa dos participantes durante entrevistas. É apresentada uma teoria da identidade humana, diferenciando entre os componentes de identidade (eu, nós, mim e autonarrativa) e relacionando a declaração de identidade à teoria do sentido. O conceito de sistemas sociais também é explicado, porque muitas vezes a análise de sistemas é um aspecto importante da pesquisa qualitativa crítica, utilizada para captar e trazer à luz coisas como reprodução cultural, reprodução social, resistência e diferentes formas de mudança de sistema. Esses conceitos estão todos conectados em uma teoria social crítica integrada e devem ser usados de forma flexível e criativa pelo pesquisador qualitativo crítico quando delinear e conduzir a pesquisa.

Palavras-chave


Pesquisa Qualitativa Crítica. Etnografia Crítica. Teoria Social. Teoria Metodológica.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo