Odontogeriatria na universidade: para não perder tempo

Dalva Maria Pereira Padilha, Julio Baldisserotto, Leonardo Soll, Solange Bercht, Paulo Petry

Resumo


O número de pessoas idosas está aumentando no mundo. Este aumento na população idosa é mais rápido nos países em desenvolvimento, incluindo o Brasil. As necessidades de saúde bucal e a preservação de dentes entre as pessoas idosas têm aumentado o interesse na Odontogeriátria. A Odontologia Geriátrica está se tornando não apenas um importante tema da educação odontológica. É importante não perder tempo para a incorporação da Odontogeriatria nos currículos de graduação e pós-graduação em Odontologia. Este trabalho examina aspectos demográficos, conceitos atuais, introduz novos conceitos relativos à Odontogeriatria e expõe como a Odontogeriatria está iniciando como disciplina na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Palavras-chave


Odontogeriatria; Educação odontológica; Conceitos em odontogeriatria

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2177-0018.7801

e-ISSN 2177-0018 / ISSN 0566-1854