Diálogos entre imagens: fotografia e pintura na pop art britânica (II)

Annatereza Fabris

Resumo


Os artistas formados no Royal College of Art nas
décadas de 1950 e 1960 demonstram igualmente um
interesse acentuado por novas fontes iconográficas,
entre as quais a fotografia. Com exceção de Peter
Blake, que explora simultaneamente imagens técnicas
e fotografias simuladas, a maior parte dos artistas do
Royal College prefere trabalhar manualmente o
repertório proveniente do universo da comunicação
de massa.

Palavras-chave


Pintura; fotografia; comunicação de massa; Peter Blake; Royal College of Art.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2179-8001.14697

Direitos autorais



PORTO ARTE: e-ISSN 2179-8001


INDEXADORES

PROPESQ