Cooperação militar OTAN-Colômbia: aproximação recente e redefinição do papel das Forças Armadas colombianas no pós-conflito

Alexander Arciniegas, João Estevam Dos Santos Filho

Resumo


O presente artigo tem como objetivo compreender a evolução das relações entre a Colômbia e a OTAN até a assinatura do IPCP, bem como a razão dessa aproximação, avaliando dessa forma as reais dimensões e os potenciais resultados desse processo. O trabalho afirma que essa aproximação está inserida em um contexto de redefinição da atuação das Forças Armadas colombianas no pós-conflito, que vêm tendo uma maior atuação regional e internacional, através do apoio, respectivamente, dos Estados Unidos e da ONU. Nesse sentido, o governo colombiano tem buscado instrumentalizar a cooperação com a OTAN para apoiar tanto a reforma militar, quanto a atuação internacional de suas Forças Armadas.


Palavras-chave


Colômbia; OTAN; Cooperação, Defesa.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.87761

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS