A TRADUÇÃO INTERSEMIÓTICA EM “UM BONDE CHAMADO DESEJO”

Ariane Marques, Jessica Bandeira

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar os aspectos que envolvem a tradução intersemiótica –tradução de um meio para o outro –de um texto dramático para o cinema, ou seja, de um meio predominantemente verbal para outro predominantemente visual. Quando se trata da transposição entre meios, é necessário conhecer as formas de expressão utilizadas por cada um
deles, para assim ser feita a busca por equivalências tradutórias. A função social que os textos de chegada e partida possuem também é importante na transposição entre meios. A fim de se analisar como se dá efetivamente uma tradução intersemiótica entre teatro e cinema, escolhemos a adaptação cinematográfica da peça Um Bonde Chamado Desejo, de Tennessee Williams.

Texto completo:

PDF


ISSN eletrônico: 2236-4013


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribuition 3.0.


Indexadores: 


 

 

cariniana 2

 

TRANSLATIO
Instituto de Letras
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500, CEP 91540-000
Porto Alegre - RS
Email: translatio.ufrgs@gmail.com