Dimensionamento do quadro de funcionários das escolas de educação básica no Brasil

Autores

  • Thiago Alves
  • Lúcia Maria de Assis
  • Aline Kazuko Sonobe
  • Mariana Moschkovich Athayde

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol1n12019.93097

Palavras-chave:

Funcionários de escola, Profissionais da educação, Indicadores educacionais, Valorização dos profissionais da educação, Educação Básica.

Resumo

Este artigo apresenta lacunas nas políticas educacionais no que diz respeito aos funcionários de escola, reforçadas pela ausência de dados sobre esses profissionais no questionário específico do Censo da Educação Básica (CEB). Nesse sentido, propõe indicadores para dimensionamento do quadro de funcionários das escolas públicas, a partir do único item do CEB que permite obter informações sobre esses profissionais: “Total de funcionários da escola (inclusive profissionais escolares em sala de aula)”. Os resultados, por escola, mostram grande variabilidade, tendo em vista a heterogeneidade do sistema, e sugerem que novos estudos explicativos são necessários para compreender melhor essas diferenças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-05-22

Como Citar

Alves, T., Assis, L. M. de, Sonobe, A. K., & Athayde, M. M. (2019). Dimensionamento do quadro de funcionários das escolas de educação básica no Brasil. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 35(1), 207–228. https://doi.org/10.21573/vol1n12019.93097