COVID-19 E A EDUCAÇÃO EM MOÇAMBIQUE: ENTRAVES, DESAFIOS E POSSIBILIDADES DE REINVENÇÃO DA EDUCAÇÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol37n32021.109849

Palavras-chave:

Educação, Pandemia da Covid-19, Pacto Educativo

Resumo

A pandemia da Covid-19 conveliu a vida pública de uma maneira profunda, colocando grandes desafios no sector da educação, fomentando novas metodologias de ensino vinculadas, principalmente, através de organizações internacionais, no caso da UNESCO. De modo a conter a rápida propagação do coronavírus, Moçambique declarou o Estado de Emergência a nível nacional. Dentre as medidas anunciadas pelo Chefe de Estado, consta a suspensão das aulas em todos os estabelecimentos públicos e privados, desde o ensino pré-escolar até o superior. Portanto, este artigo visa apurar os desafios que a educação enfrenta bem como as possibilidades da sua reinvenção no contexto da pandemia do coronavírus. Metodologicamente foi privilegiada a pesquisa bibliográfica com recurso ao método materialista histórico-dialéctico. Os resultados impõem grandes investimentos, sobretudo, de infra-estruturas, formação do capital docente em vários níveis de ensino, apropriação dos conhecimentos das TICs e, para tal, aponta-se a necessidade de um Pacto Educativo entre os diferentes extractos sociais e o Estado como alternativa de mitigação e superação da crise no sistema educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Andre Muzime, Universidade Eduardo Mondlane Faculdade de Educação

Professor do Ensino Secundario desde 2003 ate 2018. Colobora com o Ensino Superior desde o ano de 2019, nas cadeiras de Metodologia de Investigacao Cientifica, Metodologias de Projectos no Instituto Superior de Comunicacao e Imagem de Mocambique (ISCIM) e na cadeira de Sociologia da Educacao no Instituto Sao Tomas de Mocambique (ISTM). Doutorando em Educacao, na linha de politicas Educativas, na Faculdade de Educacao da Universidade Eduardo Mondlane. Mestre em Administracao e Gestao Escolar pela Universidade Pedagogica -Maxixe  e licenciado em Ensino do Portugues pela Universidade Pedagogica -Maxixe.

Octavio Jose Zimbico, Universidade Eduardo Mondlane

Doutor em Educacao, na linha de Instituicoes e Praticas Educativas pela Faculdade de Educacao na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Brasil (2016), Mestre em Adminisdtracao e Gestao da Educacao pela Faculdade de Educacao da Univesridade Eduardo Mondlane, em Maputo, Mocambique (2012), Licenciado pela Pedagogia pela Faculdade de ciencias Pedagogicas da Universidade Pedagogica de Maputo, Mocambique (2005). Suas areas de interesses incluem Politicas de Educacao, Metodologia de Pesquisa em Educacao, Gestao de Projectos Educativos, Avaliacao de Programas e Projectos Educativos e Economia da Educacao.  

Referências

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA. IX Legislatura. Informação n.o 138/2020 de 30 de Julho, Maputo, 2020.

BASÍLIO, G. O Estado e a Escola na Construção da Identidade Política Moçambicana, 2016,249, p. (Tese) Doutoramento em Educação: Currículo. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2010.

BENAVENTE, A. O Pacto Educativo para o futuro: Um instrumento estratégico para o desenvolvimento educacional em Portugal. Revista IberoAmericana de Educación. No.34, pp. 69-180, 2004.

BONDE, R. A. Políticas Públicas de Educação e Qualidade do Ensino em Moçambique. 2016. 168 p. (Dissertação de mestrado apresentada na Universidade Federal do Rio de Janeiro). Instituto de Economia, Brasil, 2016.

DOS SANTOS, J. R. O Impacto das Novas Tecnologias da Informação e Comunicação na Formação dos alunos do Ensino Medio de duas Escola da Rede Pública do Ensino de Estado de São Paulo, 2018, 147pps. Dissertação de mestrado em Ciencias da Educação apesentada na Univesrsidade Politecnica e Artistica de Praguay, 2018.

LULUVA, S. Participação do Conselho de Escola na Gestão Escolar. Dissertação do mestrado apresentadana Faculdade de Educação. Universidade Eduardo Mondlane. Maputo, 2009.

PIRES, M.F.C. O Materialismo histórico-dialéctico e a Educação. Interface-Comunicação, Saúde e Educação, 1997.

GOVERNO DE MOÇAMBIQUE. Plano Nacional de Preparação e Resposta a Pandemia do Covid-19. Ministério da Saúde-Maputo, 2020.

RIBAS, D. A docência no Ensino Superior e as novas Tecnologias. Revista Electrónica Lato Sensu-Ano 3, no. 1, ISSN 1980-6116- Ciências Humanas, 2008.

WACHE, P.M. Geopolítica: Teorias, Doutrinas e Factores. Instituto Superior de Relações Internacionais-Maputo, 2019.

YAN, L.M.; KANG, Sh.; GUAN, G. & HU, SH. Unusual Features of the SARS-CoV-2 Genome Suggesting Sophisticated laboratory Modification Rather Than Natural Evolution and Delimitation of its probable Synthetic Route.New York, NY, USA. https://DOI: 10.5281/zenodo.4028829, 2020.

Downloads

Publicado

2022-01-03

Como Citar

Muzime, F. A., & Zimbico, O. J. (2022). COVID-19 E A EDUCAÇÃO EM MOÇAMBIQUE: ENTRAVES, DESAFIOS E POSSIBILIDADES DE REINVENÇÃO DA EDUCAÇÃO. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 37(3), 1463–1477. https://doi.org/10.21573/vol37n32021.109849