A EMBAIXADA DE DAOMÉ EM SALVADOR (1750): PROTOCOLOS DIPLOMÁTICOS E AFIRMAÇÃO POLÍTICA DE UM ESTADO EM EXPANSÃO NA ÁFRICA OCIDENTAL.

José Rivair Macedo

Resumo


Este artigo apresenta uma interpretação do livreto intitulado Relaçam da embayxada que o poderoso Rey de Angome Kiay Chiri Brocon, senhor dos dilatadíssimos sertões de Guiné mandou ao illustrissimo e excellentíssimo Senhor D. Luiz Peregrino de Ataíde, conde de Atouguia..., escrito em 1751. Estudam-se o contexto de sua composição, as relações entre Portugal, o Brasil e o reino de Daomé, e desenvolvem-se duas questões a partir do que o documento retrata:  1) a  identidade do embaixador do Daomé; 2) o  significado de alguns gestos protocolares do embaixador daomeno na corte do vice-rei  de Portugal.


Palavras-chave


Relações entre Brasil e África; Protocolos Diplomáticos; Reino de Daomé.

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2448-3923.86065

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Estudos Africanos (RBEA)

e-ISSN 2448-3923; ISSN 2448-3907

Publicação do CEBRAFRICA/UFRGS