A ESPACIALIZAÇÃO E A TERRITORIALIZAÇÃO DAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DO CAMPO EM ASSENTAMENTOS DE REFORMA AGRÁRIA: CONSTRUÇÃO COLETIVA E EM MOVIMENTO NO CEARÁ

Cinira Ricardo Cordeiro, Marize Luciano Vital M. de Oliveira

Resumo


O presente trabalho é fruto de uma pesquisa de mestrado e tem como objetivo central analisar a educação do campo no estado do Ceará, tendo como objeto a escola de ensino médio do campo dos assentamentos de reforma agrária do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. Procuramos contribuir para o debate do tema a partir da luta dos movimentos sociais na construção da educação do campo, um novo conceito e uma nova proposta que se contrapõem ao modelo hegemônico de educação vigente. Portanto, um fenômeno recente, em construção coletiva e em movimento no País e no Ceará.

Palavras-chave


Educação do Campo. Escola do Campo. Territorialização.

Texto completo:

PDF


Comissão Editorial

Programa de Pós-Graduação em Geografia Instituto de Geociências Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43113
91.540-000, Porto Alegre, RS, Brasil
Telefone: 55 51 3308 6569
Fax: 55 51 3308 9843
E-mail: para-onde@ufrgs.br