A LOUCURA E A RELAÇÃO COM O OUTRO EM O REINO DE GONÇALO M. TAVARES

Sandra Beatriz Salenave de Brito

Resumo


A literatura, muitas vezes, se propõe a compreender ou problematizar a realidade. Gonçalo M. Tavares é um escritor português contemporâneo que incentiva a reflexão sobre temas diversos, e em sua tetralogia O Reino, se propõe a analisar a relação entre o eu e o outro, diante de comportamentos sociais atípicos que, numa realidade de guerra e de pós-guerra, geram atitudes extremas que causam estranhamento. O conceito de loucura é questionado ao longo desta obra e conceitos de Freud (2012) e de Foucault (1978) podem auxiliar a compreender melhor a complexidade das ações humanas neste contexto conflituoso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.65536

Direitos autorais 2016 Organon



E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

           Imagen relacionada

   

Flag Counter