AMAZÔNIA EM LETRA E MÚSICA: O TRABALHO COM GÊNERO DISCURSIVO NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Marcos Salmo S. Lima, Dóris Maria Luzzardi Fiss

Resumo


Este artigo tem como objetivo descrever uma proposta didático-pedagógica, voltada para a Educação Básica, que envolve estudo sobre a Região Amazônica a partir da música regional, levando em consideração o entendimento de gênero discursivo como artefato mediador de aprendizagem. A temática se mostra relevante para o ensino pelo compromisso assumido com a criação de condições de constituição de um sujeito social mais crítico e reflexivo, respeitando as diferenças culturais existentes no território brasileiro e preservando o meio em que vive. Escolhemos trabalhar a música regional por ela estar mais próxima da realidade do educando e se configurar como elemento de desenvolvimento de habilidades e competências tanto no nível linguístico quanto no discursivo. Desde uma filiação a concepções do filósofo russo Mikhail Bakhtin, buscamos subsídios em sua teoria dialógica, que tem no conceito de gênero do discurso uma contribuição significativa para a prática em sala de aula.



Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.103602

Direitos autorais 2021 Organon

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

E-ISSN: 2238-8915 / ISSN Impresso: 0102-6267


LICENÇA

 

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional


APOIO


BASES E INDEXADORES

 

 

 

  Flag Counter