Diálogo das fontes e soluções de antinomias na efetivação da partilha de quotas por ex-cônjuge ou ex-companheiro de sócio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/0104-6594.77534

Palavras-chave:

Divórcio, Partilha de quotas, Diálogo das fontes

Resumo

RESUMO

O presente artigo objetiva examinar o direito patrimonial do ex-cônjuge ou ex-companheiro de sócio sobre quotas de sociedade limitada, nos casos de rompimento da relação familiar em que haja litígio quanto à divisão dos bens. A matéria atualmente gera controvérsias, pois o art. 600, parágrafo único, do Código de Processo Civil, e o art. 1.027 do Código Civil, que regulam os direitos do ex-cônjuge ou ex-companheiro de sócio nos casos de término da relação conjugal, aparentam conflitar entre si. Diante das controvérsias que permeiam o tema, buscar-se-á, pelo método exploratório, realizar interpretação sistemática e teleológica, para sugerir a aplicação da teoria do diálogo das fontes na compatibilização das normas aparentemente conflitantes.

PALAVRAS-CHAVE

Divórcio. Partilha de quotas. Diálogo das fontes.

 

ABSTRACT

The purpose of this article is to examine the property rights of a member’s former spouse or partner towards the ownership interests of a limited liability company, in the event of a break in the family relationship, in which there is a dispute over de division of goods owned by the couple. The matter is currently controversial, since Articles 600, sole paragraph, of the Code of Civil Procedure, and Article 1,027 of the Civil Code, which regulate the rights of the former spouse or partner of partners in cases of termination of the conjugal relationship, appear to conflict with each other. Given the controversies that permeate this field, this paper will seek to perform systematic and teleological interpretation, though the exploratory method, in order to suggest the application of the theory of the dialogue of the sources in the compatibilization of the apparently conflicting rules.

KEYWORDS

Divorce. Division of ownership Interests. Dialogue of the sources.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Salles Moreira Rocha, Faculdade de Direito Milton Campos

Mestre em Direito pela Faculdade de Direito Milton Campos (FDMC), pós-graduado em Direito Corporativo pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC-MG), graduado em Direito pela Faculdade de Direito Milton Campos (FDMC).

Tereza Cristina Monteiro Mafra, Faculdade de Direito Milton Campos

Doutora e Mestre pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora da graduação e pós-graduação na Faculdade de Direito Milton Campos (FDMC).

Referências

ATALIBA, Geraldo. Prefácio ao livro de Lourival Vilanova, As estruturas lógicas e o sistema do direito positivo, São Paulo: Editora Max Limonad, 1997.

BOBBIO, Norberto. Teoria do ordenamento jurídico. Trad. Maria Celeste Cordeiro Leite dos Santos. Brasília: UnB, 1994.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm>. Acesso em: 07 fev. 2017.

______. Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Código Civil. Disponível em:

<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/L10406.htm>. Acesso em: 07 fev. 2017.

______. Lei 13.105, de 16 de março de 2015. Código de Processo Civil. Disponível em:

<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13105.htm>. Acesso em: 07 fev. 2017.

______. Superior Tribunal de Justiça. REsp n. 1139593/SC, Rel. Ministra Nancy Andrighi, Terceira Turma, julgado em 22 abr. de 2014, DJe 02 mai. de 2014. Disponível em:

<http://www.stj.jus.br/SCON/jurisprudencia/toc.jsp?processo=1139593&&b=ACOR&thesaurus=JURIDICO&p=true> Acesso em: 15 jul. 2017.

______. Superior Tribunal de Justiça. REsp n. 114.708/MG, Rel. Min. Waldemar Zveiter, Rel. p/ Acórdão Min. Carlos Alberto Menezes Direito, Terceira Turma, julgado em 19/02/2001, DJ 16/04/2001, p. 105. Disponível em: <http://www.stj.jus.br/SCON/jurisprudencia/toc.jsp?processo=114708&&b=ACOR&thesaurus=JURIDICO&p=true>. Acesso em: 15 jun. 2017

______. Superior Tribunal de Justiça, RE n. 1284988/RS, Informativo de Jurisprudência 0559, Quarta Turma, Rel. Min. Luis Felipe Salomão, julgado em 19 mar. de 2015. Disponível em:

<https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/?acao=pesquisar&processo=1284988&operador=e&b=INFJ&thesaurus=JURIDICO>. Acesso em: 20 abr. 2017.

______. Superior Tribunal de Justiça. REsp n. 609.266/RS, Rel. Ministro Teori Albino Zavascki, Primeira Seção, julgado em 23 ago. 2006, DJ 11 set. de 2006, p. 223, Disponível em:

<http://www.stj.jus.br/SCON/jurisprudencia/toc.jsp?processo=609266&&b=ACOR&thesaurus=JURIDICO&p=true> Acesso em: 28 jul. 2017.

______. Superior Tribunal de Justiça. REsp n. 1.459.192-CE, Rel. originário Ricardo Villas Bôas Cueva, Rel. para acórdão João Otávio de Noronha, julgado em 23 jun. de 2015, DJe 12 ago. de 2015. Disponível em:

<http://www.stj.jus.br/SCON/jurisprudencia/toc.jsp?processo=1459192&&b=ACOR&thesaurus=JURIDICO&p=true > Acesso em: 10 abr. 2017.

CAHALI, Yussef Said. Separações conjugais e divórcio. 12ª ed. São Paulo: Editor Revista dos Tribunais, 2011.

CARVALHO, Kildare Gonçalves. Direito constitucional didático. 6ª ed. Belo Horizonte: Del Rey, 1999.

CORRÊA-LIMA, Osmar Brina. Sociedade limitada. Rio de Janeiro: Forense, 2006.

DINIZ, Maria Helena. Lei de introdução ao Código Civil brasileiro interpretada. 15 ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

DREI – Departamento de Registro Empresarial e Integração. Dados extraídos do Relatório Estatístico Mensal Nacional – 2015. Disponível em:

<http://drei.smpe.gov.br/assuntos/estatisticas/2022-relatorio-estatistico-mensal-nacional>. Acesso em: 07 fev. 2017

ESTRELLA, Hernani. Apuração dos Haveres de Sócio. 4ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 2004.

FERRAZ JR., Tércio Sampaio. Antinomia, in Enciclopédia Saraiva do Direito. São Paulo: Saraiva, 1978.

FONSECA, Priscila M. P. Corrêa da. Dissolução parcial, retirada e exclusão de sócio. São Paulo: Editora Atlas, 2002.

FONSECA, Priscila M. P. Corrêa da; SZTAJN, Rachel. Código Civil Comentado: Direito de Empresa, vol. XI. São Paulo: Editora Atlas, 2008.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Estatísticas do Registro Civil 2013, Disponível em:

<http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/registrocivil/2013/default_xls.shtm>. Acesso em: 07 fev. 2017.

LUCENA, José Waldecy. Das Sociedades Limitadas. 6ª ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2005.

MARCATO, Antonio Carlos. [Anotações aos artigos 335 ao 342]. In: CRUZ E TUTTI; José Rogério; FERREIRA FILHO, Manoel Caetano; APRIGLIANO, Ricardo de Carvalho; DOTTI, Rogéria Fagundes; MARTINS, Sandro Gilbert (Coordenadores). Código de Processo Civil Anotado. AASP. OAB-PR. 2015.

MARINONI, Luiz Guilherme; ARENHART, Sérgio Cruz; MITIDIERO, Daniel. Novo Código de Processo Civil comentado. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2017.

MARQUES, Claudia Lima (Coord.). Diálogo das fontes: do conflito à coordenação de normas do direito brasileiro. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2012.

MEDINA, José Miguel Garcia. Curso de Direito Processual Civil Moderno. 3ª ed. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2017.

MINAS GERAIS. Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Apelação Cível nº 1.0261.07.055832-3/005, relator Desembargador Mauro Soares de Freitas, 16ª Câmara Cível, DJE 27 de out. de 2006. Disponível em:

<http://www5.tjmg.jus.br/jurisprudencia/pesquisaNumeroCNJEspelhoAcordao.do;jsessionid=DEF98DC9439084954F54A391719D344E.juri_node1?numeroRegistro=1&totalLinhas=1&linhasPorPagina=10&numeroUnico=1.0261.07.055832-3%2F005&pesquisaNumeroCNJ=Pesquisr>. Acesso em 11 jun. 2017.

______. Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Conflito de Competência 1.0000.17.015386-0/000, Relator (a): Des.(a), 4ª CÂMARA CÍVEL, julgamento em 06 jul. de 2017, publicação da súmula em 12 jul. de 2017. Disponível em:

<http://www5.tjmg.jus.br/jurisprudencia/pesquisaNumeroCNJEspelhoAcordao.do;jsessionid=DEF98DC9439084954F54A391719D344E.juri_node1?numeroRegistro=1&totalLinhas=1&linhasPorPagina=10&numeroUnico=1.0000.17.015386-0%2F000&pesquisaNumeroCNJ=Pesquisar>. Acesso em: 27 jul. 2017.

MIRAGEM, Bruno Nubens Barbosa; BRONZATTI, Ítalo. Direitos, deveres e responsabilidade civil: uma análise da prestação do serviço público de energia elétrica através do diálogo das fontes. Revista da Faculdade de Direito da UFRGS, Porto Alegre, n. 36, p. 207-229, ago. 2017.

NERY JUNIOR, Nelson; NERY, Rosa Maria de Andrade. Código de processo civil comentado. 16 ed. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2016.

SÃO PAULO. Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Apelação Cível nº 0123702-08.2008.8.26.0000, relator Desembargador Erickson Gavazza Marques, 5ª Câmara de Direito Privado, DJE 01 ago de 2013. Disponível em:

<https://esaj.tjsp.jus.br/cjsg/resultadoCompleta.do>. Acesso em 10. Jun. 2017.

______. Tribunal de Justiça de São Paulo. Apelação 0010761-14.2012.8.26.0344; Relator: Tasso Duarte de Melo; Órgão Julgador: 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial; Foro de Marília - 2ª. Vara Cível; Data do Julgamento: 17/11/2014; Data de Registro: 11/12/2014. Disponível em:

<https://esaj.tjsp.jus.br/cjsg/resultadoCompleta.do>. Acesso em: 11 jun. 2017.

______. Tribunal de Justiça de São Paulo. Apelação 1013769-49.2014.8.26.0008, Relator: Francisco Loureiro, Data de Julgamento: 22/02/2016, 1ª Câmara Reservada de Direito Empresarial, Data de Publicação: 22/02/2016. Disponível em:

<https://esaj.tjsp.jus.br/cjsg/resultadoCompleta.do>. Acesso em: 11 jun. 2017.

SHIMURA, Sérgio. Título executivo. São Paulo: Saraiva, 1997, p. 252-253. In: DIDIER, Fredie. Sentença constitutiva e execução forçada. Disponível em:

<http://www.frediedidier.com.br/wp-content/uploads/2012/11/A-senten%C3%A7a-constitutiva-pode-ser-t%C3%ADtulo-executivo.pdf>. Acesso em: 24 ago. 2017.

THEODORO JÚNIOR, Humberto. Curso de Direito Processual Civil – execução forçada, processos nos tribunais, recursos e direito intertemporal – vol. III. 49ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 2016.

TOMAZETTE, Marlon. Liberdade de associação e o recesso nas sociedades limitadas. Revista de Direito Brasileira, n. 1, p. 209-228, 2011.

ZAVASCKI, Teori Albino. Sentenças declaratórias, sentenças condenatórias e eficácia executiva dos julgados. Revista de Processo: RePro, São Paulo, v. 28, n. 109, jan./mar. 2003, p. 45-56. Disponível em: < https://bdjur.stj.jus.br/jspui/handle/2011/217>. Acesso em: 24 ago. 2017.

Downloads

Publicado

2020-04-30