Objetos de aprendizagem de matemática: um panorama do que diz em alguns estudos no Brasil

Autores

  • Taniele Loss Nesi UNINTER/Curitiba
  • Marco Aurélio Kalinke UTFPR/Curitiba
  • Marcelo Souza Motta UTFPR/Curitiba
  • Luciane Ferreira Mocrosky UTFPR/Curitiba

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.96516

Palavras-chave:

Tecnologia Educacional. Objetos de Aprendizagem. Educação Matemática.

Resumo

Este artigo apresenta um estudo sobre a presença dos objetos de aprendizagem nos processos de ensino e aprendizagem de Matemática, buscando responder a seguinte questão norteadora: o que alguns estudos brasileiros nos dizem sobre possibilidades de uso de objetos de aprendizagem nos processos educacionais de Matemática? Para tanto, realizou-se uma pesquisa qualitativa exploratória, adotando-se uma metodologia de investigação e análise de conteúdo fundamentada na pesquisa qualitativa do tipo exploratória, com mapeamento de pesquisas. Foram buscados na literatura trabalhos relativos ao assunto e que pudessem dialogar entre si, na busca de compreensão sobre os objetos de aprendizagem. Como resultados, notou-se que o seu uso oportuniza momentos de interatividade e interação entre os envolvidos. Concluiu-se também que a sua utilização nos processos educacionais de Matemática pode proporcionar práticas pedagógicas diferenciadas, auxiliando o professor na criação de estratégias dinâmicas e possibilitando ao estudante a internalização e outras formas de organização do pensamento matemático.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-07-28

Como Citar

LOSS NESI, T.; AURÉLIO KALINKE, M.; SOUZA MOTTA, M.; FERREIRA MOCROSKY, L. Objetos de aprendizagem de matemática: um panorama do que diz em alguns estudos no Brasil. RENOTE, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 557–566, 2019. DOI: 10.22456/1679-1916.96516. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/96516. Acesso em: 6 jul. 2022.

Edição

Seção

TIC e seus efeitos na configuração das ecologias cognitivas